Livro: Inversos - Carol Dias

sábado, junho 24, 2017

InversosComo assistente pessoal de Carter Manning, Bruna sabia exatamente o que esperar do cantor: música, mulheres e um pouco de (muita) arrogância. Seria preciso uma interferência do universo para que ele se mostrasse alguém descente. E não é que o universo resolveu agir?! As pequenas, Sam e Soph, serão a prova final de Carter, para mostrar que mesmo o cara mais idiota, possui algo além de uma camada de egocentrismo.
Eu tive a oportunidade de ler Clichê pelo Kindle Unlimited, tempo atrás, e acabei adiando por comentar aqui. Isso ainda vai acontecer, não se preocupem. Porém, confirma que vocês podem fazer a leitura de ambos separados, sem nenhum problema. Apesar, claro, que o Carter aparece em Clichê e eu não guardei uma imagem boa sobre ele. Os Manning são três irmãos e ele é o arrogante deles, implicava demais com a protagonista Marina e passava uma imagem imatura, diversas vezes. 

Em Inversos, conhecemos Bruna Campello, a assistente pessoal brasileira de Carter Manning que, como todo músico de sucesso necessita de alguém olhando e cuidando por sua carreira. Ela que cuida de boa parte do dia-a-dia de Carter, junto com uma equipe grandiosa que faz o que pode para mantê-lo longe de escândalos. Carter é um mulherengo de primeira. Diferente dos dois irmãos Killian e Seth, que já formaram uma bela família, ele prefere a curtição e a música.

Os dias de liberdade entram em jogo, no momento em que duas garotinhas - gêmeas - aparecem na porta da casa dele, afirmando que são suas filhas. Mesmo confuso, ele as aceita, mas quem acaba encarregada de olhá-las é Bruna. A aproximação da moça com as gêmeas Sam e Soph é instantânea, as meninas ficam encantadas com ela. Difícil mesmo é a atenção de Carter, que ainda não consegue encaixá-las na sua agenda.

"- Esse Carter é um peste."

A relação entre Carter e Bruna é de pura confiança, com uma certa tensão no ar. Eles trabalham juntos há anos e criaram um belo elo, tanto que Bruna, não mede palavras nos esporros que precisa dar nele. A chegada das meninas faz com que esse elo aumente e que Bruna conheça um Carter diferente e vice versa. Claro que ela nos conta sobre toda a mudança de comportamento dele - para melhor - mas ela também cresceu em alguns pontos.

Bruna é quem nos narra todo romance. Ela é divertida e seus pensamentos sobre Carter, são ótimos. Até ela concorda sobre o comportamento dele, arrogante e conquistador, porém com as gêmeas por perto, não há como não se derreter com um Carter amoroso. Uma protagonista carismática e que deseja carregar o mundo nas costas: cuida dos compromissos de Carter, das gêmeas, ajuda os irmãos e a mãe, e ainda precisa investigar uma possível traição na equipe. Sobre essa investigação, quem leu o primeiro livro vai poder matar saudades dos personagens, pois Killian e Marina dão as caras junto com os filhos fofos.

A narrativa de Carol Dias é bem pesquisada, cheia de detalhes sobre o mundo glamouroso de Bruna e Carter em Los Angeles: a turnê, a banda, equipe, a gravadora, enfim, não é uma leitura para quem não curte NADA sobre o mundo musical e bastidores. O romance também é bem construído, e bem fluído - já que li praticamente em um dia - com momentos divertidos, momentos dramáticos, referências seriadoras, musicais, astrológicas...E a verdade é que esse casal só precisa de um empurrãozinho pra fazer acontecer, todos os sentimentos estão ali guardados, mas ninguém quer enxergar. A tensãozinha nos livros do estilo, é sempre bem vinda pra gente sentir a química.

"Sam e Soph me fizeram enxergar o mundo de forma diferente. Fizeram eu acordar para a vida. Você... - Ele sorriu. E era um sorriso tão fofo, quase constrangido, que derreteu ainda mais o meu coração. - Você é quem me coloca e recoloca no caminho certo."

Minha ressalva fica para a mãe das meninas. Eu queria saber mais sobre e que Carter tivesse lidado com ela, em algum momento, de maneira madura. Porém, ele prefere deixar de lado e estranhei o fato de Bruna ter lido a carta dela, e ele não. Foi um confronto que esperei durante toda leitura e até cogitei que ela fosse ameaçar pegar as meninas de volta - pra chegar a esse confronto - porém, o leitor só sabe sobre ela, no início.

Confesso que fiquei torcendo para haver um terceiro livro, talvez juntando os três irmãos em alguma treta, não sei...O final de Inversos me agradou bastante, por ser bem a cara dos dois protagonistas, bem jovial e spirit free, sem aquelas regras de final de todo romance.

A edição está adorável, com boa revisão. A arte da capa me agrada, assim como a do primeiro livro. Os capítulos são marcados por estrelas, não só por Carter ser famoso, mas trás um ar romântico também. A formatação está em negrito.

Autora: Carol Dias
Origem: Literatura Brasileira
Editora: Ler Editorial
ISBN: 9788568925423
Publicação: 2017
Páginas: 214
Série: Sim - Clichê
#1: Clichê
#2: Inversos
O Que Tem?: Romance, Música, Chick-Lit


LinksSkoob - Compre - No Site da Editora - Site do Autor
O Canto Cultzíneo agradece à editora Ler Editorial por ceder o exemplar para análise.

You Might Also Like

13 COMENTÁRIOS

  1. Oi Nana, td bem?
    Já tinha visto a capa de Clichê por aí, mas não sabia que tinha continuação! Eu gosto desse tipo de enredo que envolve crianças entre o "casal", gostei de ler sua resenha!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ahhhh, eu AMO o mundo da música e os bastidores, então já me interessei de cara! Já gostei dos personagens só lendo a resenha também, então né, já vai entrar na minha listinha de leituras haha. Ainda não conhecia esse nem o primeiro livro, mas vou procurar mais sobre o primeiro também. ^^
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
  3. Oi Nana, tudo bem?
    Não conhecia essa série e, apesar de parecer bem clichê, também achei a proposta fofinha! Adoro um romance assim pra espairecer a cabeça, sabe? ♥
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  4. Oiee!

    Que bom que você gostou <3 Não conhecia o livro, mas foi bom conhecê-lo. Boa dica!! Beijos,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  5. Aaah, gente, fiquei bem interessada!
    Amei o contexto onde a história passa e adorei a premissa do romance, da relação deles.
    E, vamos falar a verdade, quem não é fã de um bad boy, nééé?
    Hahahaha
    <3
    Vou procurar ler!

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir
  6. OI MENINE

    eu achei a sinopse bem legal. Esse negócio de paixonite, bad boys, música e fama me agrada muito HAHAHAH sem contar que essas crianças devem dar um ambito de muita risada à história. Curti a capa e parece sim fazer meu tipo de leitura. KERO!

    beijo
    www.beinghellz.com.br

    ResponderExcluir
  7. Poxa, que pena que a mãe só é citada no começo e fim! A autora preferiu focar no romance e no crescimento dos personagens, mas poxa.. Ela tinha um bom material em mãos para aproveitar e dar aquela agitada da história. Maas tudo bem, a gente deixa quieto só porque a história continua boa de qualquer jeito né hahahah eu adoreeei a sua resenha e já me senti próxima do casal. To adicionando nos desejados!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Nana! Tudo bem? Eu não conheço a autora e não li Chichê, mas tenho vontade! Que bom que dá pra perceber que a autora pesquisou bem, parece ser um livro bem escrito e gostei bastante da premissa! Vc sabe, eu adoro um bom romance!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi Nana,
    Tudo bem ?
    Eu ainda não conhecia esse livro, mais adorei a dica, vou querer ler depois.
    Beijos :*


    Literatura Por Amor

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia essa história, amei o enredo e fiquei com muita vontade de ler. Esse é o tipo de história que me conquista logo na primeira página!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com/2017/06/keira-knightley.html

    ResponderExcluir
  11. Oi Nana,
    Não conhecia a autora e nem o livro, mas pela sua resenha a trama parece ser bem interessante, ainda mais envolvendo o mundo da música. Dica anotada!!

    *bye*
    Marla
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Nana! Eu não conhecia o livro, mas se é bem escrito e a história me pareceu bem agradável, eu considero ler em breve.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  13. Oi, Nana.
    Se o nome da série é Clichê, então não podemos esperar nada além de um bom clichê.
    E, por mais que alguns torçam o nariz, esse tipo de livro me agrada bastante, especialmente quando relaciona música e crianças.
    Essa relação cantor e assistente já era esperada, mas o legal é o desenrolar da história.
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?

Popular Posts

HELP

Stats

Desde Fevereiro/2011
Nome: Canto Cultzíneo antigo Obsession Valley
Host: Blogger.com


Subscribe