Livro: Cilada - Harlan Coben

quinta-feira, julho 27, 2017

CiladaHaley McWaid tem 17 anos. É aluna exemplar, disciplinada, ama esportes e sonha entrar para uma boa faculdade. Por isso, quando certa noite ela não volta para casa e três meses transcorrem sem que se tenha nenhuma notícia dela, todos na cidade começam a imaginar o pior. O assistente social Dan Mercer recebe um estranho telefonema de uma adolescente e vai a seu encontro. Ao chegar ao local, ele é surpreendido pela equipe de um programa de televisão, que o exibe em rede nacional como pedófilo. Inocentado por falta de provas, Dan é morto logo em seguida. Na junção dessas duas histórias está Wendy Tynes, a repórter que armou a cilada para Dan e que se torna a única testemunha de seu assassinato. Wendy sempre confiou apenas nos fatos, mas seu instinto lhe diz que Mercer talvez não fosse culpado. Agora ela precisa descobrir se desmascarou um criminoso ou causou a morte de um inocente. Nas investigações da morte de Dan e do desaparecimento de Haley, verdades inimagináveis são reveladas e a fragilidade de vidas aparentemente normais é posta à prova. Todos têm algo a esconder e os segredos se interligam e se completam em um elaborado mosaico de mistérios. Harlan Coben mais uma vez deixa o leitor sem ar. Cilada fala de culpa, luto e perdão em uma trama repleta de reviravoltas surpreendentes. Nada é o que parece e tudo pode ser desfeito até a última página.

♪ Não era amor, era...
Desculpem não aguentei...
Quem leu a resenha de Seis Anos Depois, deve lembrar da minha dúvida sobre aquela ser a narrativa mais forte de Harlan. Bom, finalmente encontrei uma delas.

Em Cilada, temos dois casos: O de Dan Mercer, um assistente social que é exposto em rede nacional acusado de pedofilia; e o de Haley McWaid, uma estudante aparentemente exemplar, que desaparece sem deixar rastros. Claro que os casos se conectam, mas não da forma que você espera.

Dan Mercer sempre trabalhou rodeado de jovens órfãos e procurava ajudá-los na medida do possível. Respeitado no local e mantinha uma boa amizade com a ex esposa e a nova família dela, servindo de babá várias noites. Quando recebe a ligação de uma adolescente pedindo para encontrá-lo, a voz trêmula da garota o deixara preocupado. No momento em que entra na casa, o clima já soa suspeito. Ele a chama várias vezes, a garota só responde, mas não aparece. Em vez disso, ele se depara com a repórter Wendy Tynes e sua equipe a postos dentro do local. Wendy é conhecida por atrair pedófilos para uma armadilha e flagrá-los diante das câmeras para que o mundo inteiro fique ciente. E Dan estava sem saída. Wendy tinha provas que ele seduzira uma garota de 13 anos e estava indo encontrá-la, ali.

Três meses após ser pego na armadilha, Dan está sendo julgado por pedofilia. A repórter Wendy está presente com suas provas e apesar disso, Dan é absolvido e ela perde o emprego. E também faz três meses que a família McWaid não tem notícias sobre o paradeiro da filha adolescente Haley. Desde que encontrara a cama da filha arrumada e vazia, a mãe ainda nutria esperanças por algo positivo. Porém, após Dan ser dado como morto, a polícia decide revistar por onde ele andou desde que fora absolvido. Ele sumiu por duas semanas. E ao localizarem o hotel onde ele se escondia da retaliação, também encontram rastros de Haley: o celular da garota.

"Talvez ele mereça o benefício da dúvida. Talvez seja inocente até que se prove o contrário."

Wendy é viúva e mora com o filho adolescente Charlie. A vida do marido fora tirada de uma forma brusca, em um atropelamento. A motorista está em reabilitação, pois é alcoólatra, e enche a caixa de correio de Wendy lhe pedindo perdão e ela sempre ignora. Após Dan ser dado como morto, Wendy decide lidar com a investigação por conta própria. Seu feeling investigativo fica ainda mais aguçado. Então, ela sai a procura do passado de Dan e acaba conhecendo seu colega de faculdade Phil Turnball que está desempregado e aproveita o ócio se reunindo com um grupo de amigos/apoio, também desempregados. A partir daí, o enredo de Harlan se expande cada vez mais e é tanta reviravolta que é capaz de você terminar a leitura tão zonzo quanto eu.

Ao conhecer Phil, várias teorias sobre Dan entram na lista de Wendy, ao descobrir que todos os amigos que ele tinha na época da faculdade, não passam por bons momentos. Ela está disposta a arriscar e ir até o fim, mesmo que ameaças cruzem seu caminho. O que Wendy não esperava, era cogitar o fato de Dan ser inocente e questionar seus sentimentos rancorosos. A investigação a muda completamente e criar uma conta no Facebook, nunca seria tão favorável na solução dos dois casos.

Dividido em duas partes, Cilada é daquelas tramas investigativas que precisam de certa pausa para digerir informações. Eu amo livros do estilo com uma bela quantidade de personagens, acredito que agita mais a trama e trás mais suspeitas e paranoias. O autor usou e abusou de reviravoltas a cada personagem novo que introduzia e fora a questão de Dan, os McWaid e Wendy serem conectados pelo colégio. Dan não tinha filhos, mas a enteada da sua ex esposa frequentava - frequentava né gente, porque depois que Dan foi exposto, coitada da menina - o mesmo colégio que Haley e Charlie; difícil não suspeitar que tem caroço nesse angu.

"Os sorrisos não estavam mais ali. As nuvens continuavam a escurecer, cortadas pelo helicóptero. Ted ofereceu a mão à mulher, Marcia se apoiou nela e os dois retomaram a busca pela filha."

Um fato que me alegra é que Wendy tenha sido a peça importante da investigação. A personalidade dela vai se transformando a cada descoberta e no fim, sua redenção. Achei bem legal, que ela se deu outra oportunidade em questão de sentimentos. O relacionamento dela com o filho também foi algo que gostei de acompanhar.

Um suspense bem construído cheio de personagens prontos para te surpreender a cada página. Acredito que se você chegou até esse parágrafo, não tenha imaginado que a narrativa ainda te transmita alívio cômico. Pois é, há alguns momentos engraçados com o rapper maluco, o sogro de Wendy e as cenas dos advogados. Os advogados então, tremendas estrelas. Ambos não querem perder, então, cada réplica é de deixar cada testemunha de acusação vermelha de raiva e só faltou um drop the mic de ambos.

"...tentou se concentrar na questão que restava: se a pessoa mais afetada havia perdoado os culpados e tocado a vida adiante, quem não havia?"

Harlan Coben mais uma vez humaniza seus personagens, de uma maneira incrível, e nos prende nessa trama que levanta dúvidas sobre um de seus protagonistas e incitando o leitor a culpá-lo ou inocentá-lo ou perdoá-lo. E aí, vocês acham que Dan Mercer é culpado? Leia e descubra.

A edição está boa. A revisão e tradução me agradaram bastante, assim como a capa, foi feito um ótimo trabalho. Sem erros gritantes. Aliás, acho que Cilada daria uma ótima minissérie para tv. Oi @HBO, amiga, você já ouviu a palavra de Harlan Coben hoje?

Autor: Harlan Coben
Título Original: Caught
Origem: Literatura Americana
Editora: Arqueiro
Tradução: Marcelo Mendes
ISBN: 9788599296936
Publicação: 2010
Páginas: 272
Série: Não
O Que Tem?: Mistério, Vingança, Foi ou não Foi?

You Might Also Like

14 COMENTÁRIOS

  1. OOii Nana! Como vai!!
    Eu faz tanto tempo que não Harlan Coben que nem lembro mais da sua narrativa, mas me lembro de ter gostado bastante do livro Seis Anos Depois. Esse livro Cilada parece muito bom, mas confesso que estou em uma vibe mais suave, ultimamente o Sherlock Holmes que vive dentro de mim não quer trabalhar.

    Beijinhos!!
    Amanhecer Literário

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Sempre quis ler algo do autor, pois falam super bem dos livros dele... Adorei a resenha, fiquei curiosa!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  3. Oi Nana! Este eu ainda não li, mas se é do meu divo Harlan eu ponho fé que é bom.

    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  4. Gente, que pesado... Adorei! Não li muitos livros do Harlan Coben, mas esse parece muito bom e esses quotes só serviram para me deixar mais ansiosa para ter o livro em mãos hahah.
    Gostei bastante da resenha, cheio de detalhes que enriqueceram sem dar spoiler <3

    xoxo
    Fora do Contexto

    ResponderExcluir
  5. Não gosto muito de ler livros de suspense mas achei o enredo desse livro muito interessante. Então, eu recomendaria para os meus amigos sim.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com/2017/07/top-7-novidades-da-semana_28.html

    ResponderExcluir
  6. Oi, Nana! Tudo bem? Eu morro de vergonha por ainda não ter lido nada do Harlan Coben. Preciso mudar isso, tipo, para ONTEM. Algo me diz que vou amar os livros dele! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Nana,
    Gosto da escrita do autor e até já li alguns livros dele, então acredito que “Cilada” me agradaria. Dica anotada!!!

    *bye*
    Marla Almeida
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá, Nana.
    Eu conheci o autor em um clube do livro aqui na minha cidade e esse foi um dos livros escolhidos para ser debatido. E esse foi o segundo livro que li dele, mas o primeiro com história independente. O autor é incrível. Ele é o rei das reviravoltas. Até virar a ultima página a gente não pode ter certeza de que é aquilo mesmo hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Oi Nana! Eu nunca li nada do Coben, mas o pessoal lá do blog ama! Tanto que tenho bastante curiosidade! Não tenho duvidas de que é um excelente autor e que o livro daria uma boa série!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. OOOOI NANA

    eu já li um ou dois do Harlan, não me lembro ao certo, e fiz uma troca no facebook de um livro que tinha repetido e acabei pegando exatamente o Cilada! Achei a sinopse muuuuuuuito legal, mas ainda não fiz a leitura. Sei, tô vacilando HAHAHA
    pretendo ler ele ainda esse ano, tenhamos fé. Eu adoron esses livros de suspense, principalmente quando envolve teens e web (tenho problemas, bjs HAHAHA)

    beijo
    www.beinghellz.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Nana, tudo bom?
    Ainda não li nada desse autor, mas fiquei bastante interessada na sinopse. Ultimamente tenho evitado livros desse gênero thriller mais voltado pra mistério e investigação, acho que deu uma saturada pra mim (exceto os da Cláudia Lemes, esses eu quero na estante pra sempre <3).
    Ótima resenha, tho. Me deixou mais curiosa com o livro :P

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Nana!
    Sabe que eu sempre pensei nisso? Na HBO fazer série do Harlan Coben! Seria tão mais fácil eu ler os livros dele, rs. Confesso: ainda não li nenhum e está sendo um parto para colocá-lo na lista! HAAHAHAHA
    Não é uma temática fácil para mim, então eu preciso de dedicação, a série me ajudaria MUITO!
    beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá Nana, tudo bem?
    Menina, o único livro que li do autor foi "Seis anos depois". Gostei? Sim, mas não foi suficiente para que eu lesse outras obras do autor. Pensando bem agora, acredito que eu deveria dá mais uma chance ao autor, né?! Enfim, obrigada pela indicação, parece um ótimo livro.
    Beijos!

    Http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    como vai?
    Vejo que amou mesmo ler Harlan Coben ein? kkkk
    Eu tenho este livro mas nunca li :O
    Semana que vem entro de férias, espero colocar leitura em dia :)

    Beijos e tenha uma excelente semana
    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?

Popular Posts

HELP

Stats

Desde Fevereiro/2011
Nome: Canto Cultzíneo antigo Obsession Valley
Host: Blogger.com


Subscribe