Livro: Boneco de Neve - Jo Nesbø

Boneco de NeveConsiderado seu livro mais ambicioso pelo jornal inglês The Guardian e comparado a Silêncio dos Inocentes, de Thomas Harris, pelo The Times, Boneco de neve é o seu livro mais arrepiante. No dia da primeira neve do ano, na fria cidade de Oslo, o inspetor Harry Hole se depara com um psicopata cruel, que cria suas próprias regras; O terror se espalha pela cidade, pois um boneco de neve no jardim pode ser um aviso de que haverá uma próxima vítima. No caso mais desafiador da sua carreira, Hole se envolve em uma trama complexa e mortal, com final surpreendente.

Não é o boneco de neve...


"Em breve virá a primeira neve. 
E então ele aparecerá outra vez. 
O boneco de neve. 
E, quando a neve sumir, ele terá levado alguém consigo."

Em Novembro de 1980, uma jovem mãe dirige, acompanha de seu filho, até a casa de seu amante. Ela deixa o menino no carro enquanto vai se divertir com o rapaz. No quarto, ele nota um rosto na janela e a moça lhe diz ser apenas o reflexo de um boneco de neve.

Anos depois, em Novembro de 2004, conhecemos Harry Hole o inspetor da Divisão de Homicídios em Oslo. Harry está lidando com alguns problemas pessoais, como um cara que surge em sua porta dizendo que seu apartamento está infectado por fungos, a imprensa que não o deixa em paz e também, tentando superar que a única mulher que amou está em um novo relacionamento. E para completar o pacote de novidades, ao chegar ao departamento, descobre que tem uma nova parceira de trabalho, Katrine Bratt.

Hole e Bratt se unem para investigar o desaparecimento de uma mulher chamada Birte Becker. O filho pequeno Jonas, acordara no meio da noite e notara o sumiço da mãe. Ele também encontrou o cachecol dela enrolado num misterioso boneco de neve, que surgiu na entrada da casa. Claro, que o marido se torna o primeiro suspeito. Mas, é só início de uma trama investigativa sobre um serial killer que pune mulheres de uma forma horripilante. E é só a neve cair, que ele faz sua escolha.

Há outras vítimas no decorrer da narrativa, como Sylvia Ottersen. A moça mantinha um negócio próprio com o marido e eram pais de gêmeas. Ela é encontrada decapitada. A investigação de seu assassinato nos trás as maiores peças para concluir a trama, porém, devemos acompanhar os passos de Harry, sua equipe e suas deduções que, muitas vezes, se perdem. Eu estraguei a brincadeira usando o método Poirot - dica preciosa da Cila do Cantinho Para Leitura: investigar a vítima, no caso Sylvia - e adivinhei quem era o assassino antes dos 50% de leitura. Não destruiu a empolgação pelo caso, pois o trabalho da equipe e as interpretações, são interessantes. Embora, nos momentos em que o assassino aparece, dá aquela vontade de soltar um: NÃO SEJA BURRO, HARRY!

A investigação se amplia para além do convívio familiar, apesar da genética ser um grandioso ponto em questão. A abordagem sobre doenças raras também deixa a trama atrativa. O drama familiar é a base do enredo, seja de forma negativa ou positiva. Por outro lado, também temos a visão da imagem feminina, que chama atenção, para a época atual, de como o comportamento/figura delas é visto no local. Muitas vezes de forma machista, esperando um deslize emocional, como no caso de Katrine. Com toda pressão masculina em torno da personagem, não apreciei seu desenvolvimento nas páginas finais e esperava uma finalização diferente para a moça. O autor poderia manter a história de seu passado e seu propósito, porém com um destino melhor porque querendo ou não, ela se torna o que alguns de seus colegas de trabalho esperam.

"- Algumas pessoas se perdem. E existem várias maneiras de se perder. E algumas pessoas precisam de um tempo sozinhas e desaparecem para ter um pouco de paz."

Jo Nesbø tece uma boa trama investigativa, com críticas sociais, políticas e predominada por referências culturais. O autor se preocupa em nos aproximar de seus personagens e analisar o comportamento dos mesmos, com informações peculiares. Seus personagens são interessantes e predominados por aquela frieza de costume dos nórdicos do gênero. Me deixaram com sensação de desapego constantemente. Creio que a preocupação só surgiu em torno das crianças. Embora, tenha simpatizado com a personalidade de Harry e seu gosto musical. Ele até leva o ex enteado para assistir um show do Slipknot, acreditam? O autor nos deixa bem próximos de sua intimidade, de como o caso lhe afeta, o relacionamento com ex e como está superando os problemas com a bebida. Todos estão de olho nele, para que não haja uma recaída.

E falando em crianças, difícil não criar afeto por Jonas - filho de Birte, a primeira vítima - até Harry se apega ao menino e a relação deles durante a narrativa é bem bacana de acompanhar e o autor faz o protagonista retornar à sua imagem várias vezes no decorrer da trama.

"- É essa a questão do mofo. Ele raramente dá motivos para acreditar que está aí. [...] Mas ele está."

A narrativa é dividida em cinco partes, alguns capítulos se passam em anos anteriores, nos deixando a par o tempo em que o assassino articulava seus planos e introduzindo um personagem importante para a história. Já disse pra vocês que sou aloka da investigação, ainda mais quando a narrativa é cheia de personagens e abre aquele leque de opções para desconfiança. E ainda mencionando sobre os nórdicos do gênero, quem tem costume de lê-los sabe que o tom para os assassinatos não ameniza em nada e com Nesbø, não é diferente.

" - Hole tem uma obsessão mórbida por serial killers. Ele pensa que isto aqui é os Estados Unidos."

Apesar de ser o número sete da série do investigador, a leitura foi tranquila e bem explicativa. Claro que o autor deixa umas peças, para nos deixar curiosos com os volumes anteriores e próximos - como finalizar a trama com o moço da obra - fiquei suspeitando se ele é um dos próximos focos investigativos. E claro, fiquei curiosa pelos os outros livros da série. Então, se estiver com curiosidade para ler Boneco de Neve, no momento, pode arriscar.

Fiz a leitura pelo Kindle Unlimited - obg mana ♥ - e infelizmente, com a estreia do filme e relançamento do livro, a Record o removeu do programa. Ha! Apreciei muito a revisão e tenho que confessar que preferi a capa nova - do filme - achei lindíssima e em caso raro, a compraria sem dúvidas.


Autor: Jo Nesbø
Título Original: Snømannen / The Snowman
Origem: Literatura Norueguesa
Editora: Record
Tradução: Grete Skevik
ISBN: 9788501094803
Publicação: 2013 / 2017
Páginas: 420
Série: Harry Hole
#1: O Morcego
#2: Baratas
#3: Garganta Vermelha
#4: A Casa da Dor
#5: A Estrela do Diabo
#6: O Redentor
#7: Boneco de Neve
#8: O Leopardo
#9: O Fantasma
#10: Polícia
#11: Tørst / The Thirst
O Que Tem?: Investigação, Mommy Issues, Cuidado com o Mofo na Sua Casa

Nana Barcellos

22 comentários:

  1. Olá! Tudo bem com vc?
    Adoro esse tipo de leitura, parece ser bem arrepiante.
    Passando pra agradecer a visita lá no blog.
    Volte sempre!

    Bjo,
    miiistoquente

    ResponderExcluir
  2. Caaaara, que história intrigante! Ainda não tinha ouvido falar do livro, mas só lendo essa resenha já fiquei louca pra saber quem é o tal assassino! Acho que nunca li nada de mistério, então já quero começar por esse livro.
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nana! Tudo bem? Esses livros de detetive sempre rendem séries enormes, né? É muita coisa pra acompanhar... Mas enfim, adorei a premissa e a capa de Boneco de Neve! Quero ler. E ah, não sabia do filme! :O

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bom?!
    Parece ser bem interessante mesmo. Eu leria, a única coisa que me incomoda é essa série ser enorme!
    Beijos
    5 O'clock Tea

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela resenha Nana! Já li Boneco de Neve e curti bastante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, Nana.
    Eu amo romances policiais, sempre estou a procura de sons livros do gênero. Eu ainda não li nada do autor e sempre vejo resenhas positivas dos seus livros. A sua é a primeira que vejo apontando alguns pontos negativos. Como sou meio tapada, nunca descubro o assassino, então não sei se descobriria nesse hehe. E não sei o porque as editoras vivem lançando livros de série fora de ordem. Mesmo que os casos sejam independentes, a vida do autor não é e o leitor fica perdido. Ah, gostei mais dessa capa também.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oie
    Eu li um livro do autor e gostei muito da escrita dele, estou curiosa para ler este e eu adoro livros policiais.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Nossa, mó suspense.
    Eu curti sua resenha, e achei diferente o tema rs.
    Kisses

    ResponderExcluir
  9. Oi Nana,
    Eu sou daquelas mais apaixonadas... Não acho que eu vá gostar desse livro.
    No máximo vou ver o filme, o gênero não é algo fácil para mim, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Como comentei com você, curioso logo o sétimo volume ter tido tanta audiência a ponto de ser adaptado. O bom é que dá pra compreender a história sem ter lido os volumes anteriores, pelo visto. Quero muito ver o filme, apesar de você já ter adiantado que nem chega perto do livro hahaha e gostei de saber que além do suspense, o autor dá um foco grande aos personagens e a personalidade deles. Isso nos aproxima muito da obra!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Nana! Eu comecei a ler a série por esse e depois fui lendo os demais, inclusive os dois primeiros. Com o passar dos livros eu me apeguei muito ao Harry e hoje essa é a série policial que leio e mais gosto. Não estou animada com o filme, não acho que a grandeza da história vai ser transmitida e fico mesmo com ela em forma escrita.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  12. Oi Nana!
    Eu nunca ia imaginar que esse é o 7º livro de uma série. Eu vi o trailer do filme e fiquei interessada, acho que não vou ler o livro e vou partir direto pro filme.
    Fale mais sobre esse método Poirot. :)

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  13. Oi Nana,

    Não sou muito de ler esse tipo de livro, mas quando começo a ler resenhas fico totalmente vidrada.
    Acho que chegou a hora de ler outros gêneros rsrs.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  14. Oi Nana, estou bem curiosa para ler o livro, vou ver o filme em breve! Na época do lançamento fiquei com receio por ser o sétimo de uma série, mas que bom dá pra ler mesmo assim rsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  15. Olá Nana,

    Eu tenho muita vontade de ler os livros do autor, só leio resenhas positivas e a cada uma que leio minha vontade só aumenta, parabéns pela sua resenha...bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Não é meu estilo de leitura, mas já tinha ouvido falar desse livro apesar de não ter visto nenhuma resenha antes. Gostei da sua, deu para entender bem do que esperar da história :)

    http://www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Nana,
    Gosto de livros do gênero e também fico juntando a peças para descobrir quem é o assassino. Ainda não li nada do autor, mas fiquei curiosa para conhecer sua escrita. Dica anotada!!!

    *bye*
    loucaporromances.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi, Nana

    Eu queria muito ler esse livro antes da estreia do filme, mas não rolou. Estou toda atrasada com as leituras, então não consegui encaixá-lo.
    Eu fiquei curiosa com esse método de investigação da vítima... me ensina? Pois eu nunca descubro quem é o culpado! Hahahahaha
    Que sacanagem terem tirado o livro do KU! --*

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  19. Oi, Nana

    Eu queria muito ler esse livro antes da estreia do filme, mas não rolou. Estou toda atrasada com as leituras, então não consegui encaixá-lo.
    Eu fiquei curiosa com esse método de investigação da vítima... me ensina? Pois eu nunca descubro quem é o culpado! Hahahahaha
    Que sacanagem terem tirado o livro do KU! --*

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  20. Oi
    que bom que gostou da leitura, estou lendo muitas resenhas positivas desse livro e nem sabia que ele era o livro 6, pelo menos não atrapalhou, parece ser um bom livro.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi Nana! Amo casos policiais. Fico tentando advinhar quem é o assassino. Sou mais de assistir séries assim, li poucos livros com o tema, mas esse me deixou tentada. Acho que vou começar pelo primeiro pra já ir matando a curiosidade.hehe

    Arrasou na resenha!
    Beijos
    Resenhando por Marina

    ResponderExcluir
  22. Nana, confesso que tô muito paradona nas leituras da vida, meus livros só acumulam por aqui, pois ando fazendo mil coisas e ainda não terminei o livro que tô lendo "O fururo da humanidade", mas vou tomar vergonha nessa carita e adiantar essa leitura e escolher um livro que você recomenda aqui, pra ler. Essa resenha tá demais e muito curiosa! ♥

    21invernos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá, sejam bem vindxs :D
Algumas observações:
- Os comentários são moderados, conteúdo odioso ou preconceituoso não será aprovado;
- Comentários que não tenham relação com a postagem e estilo propaganda serão enviados para o spam;
- Comentários que desprezam o texto da postagem não serão respondidos.