Livro: Feche Bem os Olhos - John Verdon

Feche Bem os OlhosDavid Gurney sempre foi viciado em resolver enigmas. Mesmo dois anos depois de ter trocado a carreira policial pela pacata vida no campo, sua mente investigativa não consegue resistir a uma boa charada. Foi assim com o caso do Assassino dos Números, um ano antes. Agora, a história se repete quando ele é convidado para trabalhar como consultor e ajudar a polícia a desvendar um instigante homicídio. Jillian Perry, uma jovem de 19 anos, foi morta de maneira brutal no dia do próprio casamento. Todas as pistas apontam para um misterioso jardineiro, só que nada mais na história se encaixa: o motivo, o lugar onde a arma do crime foi deixada e, principalmente, o modus operandi. A princípio, David reluta em aceitar o convite, preocupado em preservar seu casamento, já que sua esposa, Madeleine, é totalmente avessa ao seu envolvimento em qualquer assunto policial. Porém, recusar-se a participar da investigação seria ir contra sua essência e David acaba se convencendo de que não conseguirá dormir em paz enquanto o criminoso estiver à solta. Quando começa a entrevistar parentes e conhecidos de Jillian e a avançar no caso, fica claro que o assassino é não só mais inteligente e implacável do que ele esperava, como também destemido o suficiente para atacar seu ponto fraco. David terá que pensar além das evidências para desvendar o quebra-cabeça mais sinistro com que já se deparou.
Este é o segundo livro da série de aventuras investigativas de Dave Gurney. A leitura pode ser a parte, sem informações do primeiro. Mas, o autor sempre cita seus casos antigos e a vida na polícia, o que pode despertar certa curiosidade em ler outros volumes.

Neste volume, David Gurney se diz aposentado das aventuras policiais e se dedica a uma pacata vida no campo, ao lado de sua esposa Madeleine, nas redondezas das montanhas Catskills. Faz dois anos, que sua atenção é direcionada aos cuidados da casa e jardim. Madeleine se alegra e muito com a escolha do marido, já que no outono anterior, David deixou-se levar e aceitou um caso - durante a aposentadoria - o que acabou colocando a vida dela em risco. Em seu tempo livre, ele dá aulas ocasionais na Academia de Policia de Albany, mas tudo está prestes a se agitar.

Jillian Perry foi assassinada aos dezenove anos, de maneira brutal, no dia de seu casamento. A típica jovem rebelde, de uma elevada classe social. Jillian se casaria com o próprio psiquiatra, o renomado Dr. Ashton Scott. O jardineiro de Ashton, o mexicano Hector Flores, é o principal suspeito do crime, em vista que Jillian entrou em seu chalé e lá permaneceu até ser encontrada morta. Não há rastros sobre Hector, apenas do facão sangrento que ele largou na floresta, ao escapar. O caso de Jillian se conecta a David através de Jack Hardwick, um detetive com quem já trabalhou.

"- Uma vez um terapeuta me disse que uma expectativa não passa de um ressentimento esperando pra nascer."

Jack Hardwick foi afastado do caso e questiona bastante os rumos da investigação. Ele sabe perfeitamente como instigar o velho amigo, mas não significa que David se juntará ao caso num estalo de dedos. Então, David recebe a visita da mãe de Jillian, que após horas de conversa tentando convencê-lo, lhe presenteia com a cartada final: um vídeo da festa, exatamente na hora do crime. Então, aos poucos desiste de lutar contra a inquietação por respostas. E nem é pelo dinheiro que a Sra. Perry lhe oferece...

Primeiro, decide saciar algumas dúvidas, sondando ao redor e uma conversa com Dr. Ashton. Depois, já está cheio de ideias, teorias, fazendo viagens longas, participando de reuniões com outros envolvidos na investigação, enfim, não resiste. Quem não gosta nada da nova recaída é Madeleine. Até metade do livro, a personagem é aquela chata que arrasta a história, sempre de birra.

Dr. Ashton Scott, psiquiatra e noivo de Jillian, cuida de um lar para restruturação de jovens garotas. Garotas com distúrbios psicológicos, algumas até perigosas, e também renegadas pelos pais. Jillian era uma de suas pacientes. Conforme David avança em suas investigações, o local acaba sendo um foco, já que aparecem outras garotas assassinadas e a trama avança para lugares inimagináveis. E David, se dá duas semanas para solucionar o caso. Será que vai conseguir?

"O psicopata jamais se confunde com outras pessoas, tampouco confunde suas necessidades com as alheias, portanto não tem sentimentos relativos ao bem-estar dos outros."

Com uma ótima narrativa, John Verdon nos coloca diante da investigação com maestria, sob os olhos de Gurney. Apesar de uns capítulos a parte - com reflexões do assassino -, o leitor ganha em estar nos passos do protagonista, fazendo as descobertas junto com ele. Nos questionamos bastante sobre a dedução e palpites sobre o assassinato. Difícil não querer avançar as páginas e responder: MAS COMO?

Nos deixa surpresos a forma como o autor expande sua investigação, criando mais e mais dúvidas em relação ao culpado. Jillian não era uma menina tão inocente e se envolveu em um esquema perigoso. Tudo vai muito além de Hector Flores, que aliás, a figura ajuda alimentar o teor misterioso da trama. Depois do assassinato sumiu. Dr. Ashton e ninguém da vizinhança tem pistas sobre ele.

Em suma, parte dos coadjuvantes não nos dão tantos motivos para o apego. Madeleine e Jack são os únicos que despertam certo sentimento de proteção. A esposa, apesar de um início conturbado em relação a sua personalidade e negação ao caso, é uma personagem madura. Ser irritante boa parte da narrativa, é a maneira que ela demonstra seu amor e companheirismo por David. É engraçado uma cena, que ela convida uns amigos para jantar e abafar os pensamentos sobre as investigações de David. Mas, ao sentarem na mesa, suas intenções são destruídas. Os convidados se mostram tão curiosos com o caso e incentivam David...que tadinha.

Feche Bem os Olhos é um investigativo na medida: nem tão pesado; nem tão leve. Mas, também não é daqueles que se espreme sai um rio de sangue. É bem na medida mesmo. O caso é interessante, cheio de expansões, mas a verdade não é algo que impressiona muito, pelo fato que nas primeiras páginas alguns leitores podem cogitar a ideia. Não falo do motivo, mas sim da pessoa envolvida.

"Nós gostamos demais de histórias. Precisamos acreditar nelas. E sabe de uma coisa? A necessidade de acreditar pode sugar você pela porra do ralo."

Leitura feita no Kindle - aliás, alguém aproveitou para pegar gratuito na Amazon, no último final de semana? :O -,  apreciei bastante a edição e revisão, sem erros tão nítidos. A capa não chega ser uma das minhas favoritas e o título, bom só lendo para entender a referência.

Autor: John Verdon
Título Original: Shut Your Eyes Tight
Origem: Literatura Americana
Editora: Arqueiro
Tradução: Alves Calado
ISBN: 9788580410730
Publicação: 2012
Páginas: 432
Série: Sim - Dave Gurney
#1: Eu Sei O Que Você Está Pensando
#2: Feche Bem os Olhos
#3: Não Brinque Com Fogo
#4: Peter Pan Tem Que Morrer
#5: Wolf Lake
#6: White River Burning
O Que Tem? Romance Policial, Vida no Campo, Máfia


LinksSkoob - Compre e-book (físico indisponível no momento) - Site do Autor - Site da Editora

15 COMENTÁRIOS

  1. Po, é exatamente esse tipo de literatura que eu procuro, vou pegar pra ler.

    clebereldridge.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nana! Tudo bom? Vejo muita gente elogiando os livros do John, mas nunca li nenhum. Tenho vontade de ler os dessa "série". Adorei a resenha! <3

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nana! Tudo bem?!

    Nunca li nenhum livro desse autor (alias, esse foi o primeiro post que li a respeito de uma de suas obras), mas achei a proposta da obra bem interessante. Eu gosto bastante de livros desse gênero, e fiquei bem curiosa para desvendar todo o mistério do assassinato. Pena que perdi a promoção dele de graça, porque acho que também iria devorar a história.

    Beijão
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Nana,

    Consegui pegar ele na amazon gratuito e já está na minha lista de leitura. Que bom que não é tão pesado e nem tão leve é do tipo que eu gosto rsrs.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Nana, tudo bem?
    Ainda não li nada do autor, mas gosto de tramas policias e fiquei curiosa para descobrir os motivos do assassinato.

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Geralmente eu não me interesso muito por livros que são parte de uma série, mas confesso que por ser apaixonada por mistérios e romances policiais, esse livro sem dúvida eu leria, até coloquei ele na minha lista de futuras leituras aqui.
    Amei a resenha, só quero fazer uma ressalva, acho que tem alguns spoilers dentro dela que podem ser ruins para algumas pessoas.
    Beijo, www.apenasleiteepimenta.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há nenhum spoiler, pode ficar sussa. A história é bem mais ampla do que o resumo que fiz. Mas, agradeço o alerta. =D

      Excluir
  7. Olá, Nana.
    Eu li um livro do autor, Peter Pan tem que morrer e era com esses mesmos personagens, mas acho que é o quarto livro da serie. Eu gostei muito da escrita dele e do casal principal, mas ainda prefiro os livros do Harlan hehe. Mas como amo um bom suspense vou querer ler esse e os outros da série ainda hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Oi, Nana!

    Fez a festa né com os ebooks gratuitos da Arqueiro hahahah nem tive tempo, se não pegaria um monte também! Gostei de saber que o livro contem uma investigação na medida certa: nem muito pesada, nem muito leve. Mesmo que a resolução não surpreenda, se o decorrer é bom o suficiente pra prender a atenção do leitor, já tá valendo!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Não é um género que aprecie muito, nem que me aventure muito a ler, mas dentro do género parece-me um bom livro =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  10. Oi, Nana.
    É o tipo de livro que eu gosto demais de ler.
    Gostei da premissa e já tenho um suspeito haha.
    Esse vai pro topo da lista de desejos.
    Bela resenha.
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir
  11. Oiii Nana

    Na maioria das vezes eu gosto de thrillers policiais assim, na medida. Alguns forçam a barra demais pra serem mais sangrentos e às vezes nos casos mais simples é que o leitor se prende, apesar de em algum momento poder soar previsível. Achoq ue leria essa série

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, Nana!
    Eu li o primeiro livro "Eu sei o que você está pensando" e gostei muito da forma como o autor leva todo o suspense. Pelo que você descreveu, esse parece ser bem parecido, de forma que eu talvez fosse gostar também.
    Meu único problema foi o excesso de descrições. Eu não sei se nesse é igual, mas eu não aguentava mais saber de como os flocos de neve eram claro e caiam do céu hahaha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  13. Oi Nana! Esse ano estou milagrosamente lendo mais suspenses e estou adorando sair da minha zona de conforto!! Gostei de saber que é um livro equilibrado, acho que ainda não estou preparada para suspenses muito fortes rsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  14. Oi Nana! Eu adoro o gênero, mas nunca li nada do autor. Sabe quando você marca que val ler e deixa cair no esquecimento? Ai, preciso conferir pelo menos um e ver se curto. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir

Olá, sejam bem vindxs :D
Algumas observações:
- Os comentários são moderados, conteúdo odioso ou preconceituoso não será aprovado;
- Comentários que não tenham relação com a postagem e estilo propaganda serão enviados para o spam;
- Comentários que desprezam o texto da postagem não serão respondidos.