Livro: Horror na Colina de Darrington - Marcus Barcelos #TOCANDOTERROR

Em 2004, Benjamin Simons deixa o orfanato em que viveu desde a infância para ajudar alguns parentes num momento difícil: com sua tia debilitada e o tio trabalhando dia e noite, precisavam de alguém para tomar conta de sua prima Carla, de apenas cinco anos de idade. No entanto, certa madrugada, a tranquilidade da colina de Darrington é interrompida por um estranho pesadelo, que vai tomando formas reais a cada minuto. Logo, Ben descobre-se preso numa casa que abriga mistérios, onde o inferno parece mais próximo e o mal possui uma força evidente. Passaram-se mais de 10 anos. Isso tudo aconteceu quando Ben estava com dezessete anos, e foram experiências das quais ele preferia esquecer completamente…Mas aquele passado o acompanha de perto. Ben sente que precisa voltar e sabe que, ou desvenda tudo ou sempre viverá com medo. Então, ele decide contar, e traz numa narrativa angustiante e rica em detalhes tudo o que viveu e todas as batalhas impensáveis que travou para tentar manter a si próprio e a jovem prima em segurança. E se descobre no centro de uma conspiração capaz de destruir até a sua própria sanidade. Onde termina o inferno e começa a realidade?
Até onde sua ambição pode te levar?
Nas primeiras páginas conhecemos Benjamin. Ele é paciente no sanatório do Condado de Borough. Onze anos após uma experiência bizarra na casa de seus tios, na Colina de Darrington - em South Hampton, ele finamente decide relatar todo pesadelo que passou. Ben é órfão, e o próprio tio o procurou ainda menino em um orfanato para aproximá-lo de sua família.

Tio Romeo o convidou para uma estadia em sua casa, na colina. Ele esperava que o sobrinho fizesse companhia a sua filha mais nova, Carla. A mãe da menina se encontrava muito debilitada e vivia com ajuda de aparelhos. Nunca saía do quarto. Numa noite, Carla alertou o primo sobre uma mulher enforcada no teto da casa. Ben nem imaginava que, a partir daquele momento, a vida dos dois estava em risco. As próximas horas se tornaram um pesadelo sem fim.

Com o passar das páginas, acompanhamos uma noite macabra. Demônios que os perseguem e possuem uma intrigante preferência pela menina. Logo, descobrímos o que há por trás de todo aquele terror. E a única certeza, é que Ben precisa salvar Carla a todo custo.

As ilustrações simbolizam acontecimentos de cada capítulo

Ganhei esse livro de presente da Carol (Caverna Literária) e assim que decidimos o que seria feito esse ano, no nosso especial de terror, soube que ia ser o primeiro livro a resenhar para o #TOCANDOTERROR. O problema é que tinha lido várias resenhas negativas sobre ele, então, expectativas bem baixas, né? No geral, gostei da construção do autor, iniciando pelo presente e nos mostrando um pouco da instabilidade de seu protagonista, na fase adulta. Ben nos leva a sua fase jovem e relata todos os momentos de horror que passou ao lado da prima, na mansão de seus tios. Marcus Barcelos descreve bem todo cenário e, com ajuda das ilustrações, transmite o temor de seu enredo.

O autor deixa bem claro nas primeiras páginas que sua intenção não era uma narrativa tão longa; queria algo mais comedido. Me lembrou aquelas produções que amigos se sentam em volta de uma fogueira à noite, e relatam algum conto assombroso. Sua escrita é ágil e de boa compreensão, mas em alguns momentos, sentimos falta de maiores informações. Isso afetou um pouco minha conexão com o Ben jovem. Queria um pouco mais da personalidade dele, além do ar de salvador.

Apesar dos relatos, no fim das páginas ainda há certa dúvida sobre a veracidade do caso. Uma história envolvendo ritual, fantasmas, demônios e sacrifícios, não é fácil ser contada e ficar tudo bem. O pior é que nem tudo é fantasia quando se cogita participação de humanos. Conseguem sempre ser piores que qualquer coisa sobrenatural. Mas será que Ben inventou tudo?

Carlinha e a Escuridão

Horror na Colina de Darrington é uma ótima pedida para esse mês. Eu sou apaixonada por terror e adorei o clima do livro. Me lembrou várias produções que eu curtia assistir quando era adolescente. Se você curte o gênero, dê uma chance. Por outro lado, se você não curte as figuras e questões mencionadas, melhor deixar passar. Não é uma leitura que vá te fazer sorrir e nem te presentear com final feliz. Muito suspense, segredos, momentos sanguinários e sim, horripilantes, te aguardam nesse terror nacional. A continuação já foi publicada pela Faro Editorial.

"Calculei que onze anos eram o suficiente para deixar as coisas esfriarem. Até porque o rapaz que sentia medo morreu há pelo menos cinco. E hoje, aos vinte e oito anos, faz pelo menos onze que não tenho uma vida. Apenas respiro."

A edição está lindíssima. Novamente, espero que as fotos sejam justas, apesar que o texto está borrado mesmo para evitar spoilers. Também adoro a capa, dá pra ter uma imagem bacana do cenário da história. É leitura de um dia ou noite, se preferir rs, com uma fonte confortável. A revisão está boa, mas tive uma treta bem pessoal. Comentei aqui, algumas vezes, que não simpatizo com uso de artigo definido antes de nome próprio e o autor é meio obcecado. Como disse, é algo pessoal, se você não se incomoda, capaz de ter um rendimento melhor.


#TOCANDOTERROR é um projeto que estamos fazendo em parceria com o blog Caverna Literária, onde iremos comentar alguns de filmes, livros e séries do gênero. Para conferir as opiniões da Carol, é só acessar o Caverna.

Autor: Marcus Barcelos
Origem: Literatura Brasileira
Editora: Faro Editorial
ISBN: 9788562409790
Publicação: 2016
Páginas: 144
Série: Sim
#1: Horror na Colina de Darrington
#2: Dança da Escuridão
O Que Tem?: Casa Assombrada, TheMonho, Verdade ou Mentira?

17 COMENTÁRIOS

  1. Oi Nana, td bem?
    Eu tinha vontade de ler esse livro, mas dps de ler tantas resenhas negativas, confesso q desisti
    Mas gosto desse tipo de terror! Qnd vc falou "Me lembrou aquelas produções que amigos se sentam em volta de uma fogueira à noite, e relatam algum conto assombroso." lembrei de Are you afraid of the dark, adorava aquilo! hahah
    Ps: a edição é linda!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Nana,
    Posso ser sincera? NUNCA eu eu leria algo assim! Ainda não imagens? Para tornar a coisa toda mais impactante? NÃO NÃO NÃO. Obrigada.
    Como falo para a Carol, queria um pouco da coragem de vocês HAHAHAHAHAHAHAHA
    beeeeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nana!

    Yaaay fico feliz de saber que você gostou do presente e principalmente da história! As ilustrações são mesmo maravilhosas, acredito que sejam o ponto alto do livro, muito bem construídas e combinando perfeitamente com as cenas. A trama também é boa, mas por justamente a intenção do autor ser ir direto ao ponto, sem enrolação, algumas partes pareceram atropeladas, e eu também queria um pouco mais da personalidade do protagonista. Mas num geral é uma história de terror ótima!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Nana, tudo bem? Que bom que vc curtiu a história e a edição parece ótima. Infelizmente, acho que não é um livro pra mim, vou passar que é melhor rsrsrs mas parece uma boa leitura pra quem gosta do gênero.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi, Nana! Tudo bom?
    Eu adoro ler um terror bem escrito. Conheço o Marcus pelas redes sociais, sempre vejo propaganda dos livros, mas ainda não consegui conferir a escrita. Se é uma história assustadora, já tá na wishlist :P
    Terror bem escrito é muito bem-vindo. Fiquei surpresa por ser tão curtinho. Achei que era um livro grande, mas 144 páginas!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nossa Nana!
    Que livro interessante...
    to achando esse projeto de vc e da Carol sensacional, Nana HAHAHA
    to adorando as dicas, quem sabe eu não me arrisco também?
    Nana, vai ao ar amanhã a tag eleitores hehehe não resisti tambem rsr
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha Nana. O livro tem elementos que muito me agradam e achei a dica bem bacana. Beijo!


    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  8. Oii
    esse livro parece ser bem forte! Até nas ilustrações.
    Confesso que eu prefiro assistir terror do que ler.
    bjo

    Karina Pinheiro

    ResponderExcluir
  9. Oiii Nana

    Eu quase comprei esse livro numa promo, mas desisti porque achei ele terror demais. Ainda tme uma parte de mim que morre de curiosidade, mas sei lá, por enquanto vou esperar já que ainda não me sinto no clima. A edicão do livor está maravilhosa mesmo, aliás os livros da faro são sempre muito lindos.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Nana, tudo bem?
    Adorei a dica e essa atmosfera de "amigos contando uma história de terror".
    Mesmo eu, que sou medrosa, acho que encararia essa leitura. Parece bem imersiva e envolvente.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  11. Oi Nana,

    Não sou de ler terror, não me sinto confortável com o gênero, tem que ser um livro muito interessante para eu resolver ler.
    Apesar de você ter gostado da leitura, a história não intrigou a ponto de ler, mas fico feliz que no geral foi uma boa leitura.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  12. Oie
    Apesar de não ler muito o gênero eu adoro um bom livro de terror e este faz tempo que está na minha lista. Adorei sua resenha e as fotos.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/2018/10/resenha-guerra-que-me-ensinou-viver.html

    ResponderExcluir
  13. Oi Nana, tudo bem?
    Adorei a dica, fiquei bem interessado para ler
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  14. Olá, Nana.
    Diferente de você, quando li ele só tinha ido resenhas positivas então estava com as expectativas bem altas e infelizmente o livro não em agradou. a parte estética sim porque ele está incrível, mas como história achei que o autor se perdeu e depois nem sabia mais sobre o que era a história. Não pretendo ler o segundo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  15. Oi Nana, sua linda, tudo bem?
    Eu também li algumas resenhas negativas desse livro e como sou medrosa, prefiro aquelas histórias mais jovens, terror mais leve, mais bobinho, sabe? Risos...Tipo, não quero ter pesadelos, pois eu geralmente tenho. Para os corajosos, parece ser uma boa leitura no todo. Como sempre sua resenha ficou ótima e estou adorando o especial de vocês.
    beijinhos.
    cila.
    https://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Não sou mesmo nada fã de terror, detesto com todas as minhas forças, nunca um li livro desse género, acho que nunca mais iria dormir na vida.

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir

Olá, sejam bem vindxs :D
Algumas observações
- Os comentários são moderados, conteúdo odioso ou preconceituoso não será aprovado;
- Comentários que não tenham relação com a postagem e estilo propaganda serão enviados para o spam
- Comentários que desprezam o texto da postagem não serão respondidos