Série: Sacred Lies (2018) #TOCANDOTERROR

quinta-feira, outubro 11, 2018

Minnow é uma adolescente de 17 anos que está em detenção juvenil depois de escapar de um culto, do qual participou por doze anos, pois é suspeita de saber a verdadeira identidade do assassino do líder dessa seita.
Você sabia que o Facebook também anda investindo no mundo das séries? Pois é! A primeira que escolhi para acompanhar foi Sacred Lies e gostei bastante da experiência. Aviso que na época em que assisti, não tinha opção para legendas. Mas, caso queira assistir, curta a página oficial - clique aqui  - e clique em episódios.

Sacred Lies é uma websérie americana produzida para o Facebook Watch em parceria com a famosíssima produtora de alguns dos terrorzinhos que amamos, Blumhouse. É comandada por Raelle Tucker, uma das produtoras de True Blood. Baseada no livro The Sacred Lies of Minnow Bly, de Stephanie Oakes.

Apesar dessa foto promocional bonitona, Minnow Bly não tem as duas mãos. Calma, não é spoiler. Nos primeiros minutos, do primeiro episódio, ficamos cientes que suas mãos foram decepadas. Ainda criança, Minnow, Elena Kampouris vista em Antes Que eu Vá, e sua família foram ludibriados por um homem com ar de salvador. Chegou em sua residência, conquistou seus pais e seus vizinhos com sua lábia. Fez a galera desistir de tudo, quando falo tudo é TUDO mesmo, em nome de uma divindade chamada Charlie.

Minnow Bly teve as mãos decepadas. Por quê? Quem foi?

A família de Minnow desapegou de tudo e junto com algumas pessoas de sua comunidade, foram morar no meio da floresta com o novo líder e seguir suas regras. Minnow ainda era uma criança quando foi privada do mundo afora. Tudo que ela conhece foi ensinado pelo líder, sempre enaltecendo a figura de Charlie. Um preço a pagar por essa escolha, foi a morte de sua mãe. Ela teve problemas no parto de sua irmãzinha e o líder impediu que a levassem para um hospital. O pai, como sempre, caiu na lábia do salvador.

Agora adolescente, Minnow está com problemas. A polícia a encontra após a mesma atacar um rapaz. Descobrem que a comunidade foi incendiada e que o líder pode estar morto. Eles encontram as mãos de Minnow nos bolsos da jaqueta. A jovem é levada para o hospital e depois encaminhada para o centro de detenção juvenil, onde divide a cela com a durona Angel, Kiana Madeira vista em Bad Hair Day, que se torna uma grande amiga.

A cada episódio assistimos parte das consultas de Minnow com o psicólogo forense do FBI, Dr. Wilson, Kevin Carroll visto na série The Leftlovers. Todos os relatos feitos a ele são peças que vão se encaixando conforme a série se aproxima de seu ápice. Minnow aproveita e muito dessas sessões, pois vai redescobrindo tudo que perdeu. Assim como sua estadia no centro, absorve novos conhecimentos, como a leitura. Vale ressaltar que Sacred Lies se empenha muito nos ganchos, então, graças que todos episódios já foram liberados, né?

Dr. Wilson e Angel se tornam protetores de Minnow

Notaram que a atriz que interpreta a Minnow parece uma fada? Diz muito da produção, que tem um ar meio feérico e meio gótico. Começando pela abertura, passando pela trilha sonora e mais as cenas na floresta. A série se empenha mais no suspense e as cenas horripilantes, como o caso das mãos, são bem poucas. Não falta mistério por aqui, pode ter certeza! Até o caso das mãos é um dos mistérios, pois só descobrimos como se deu, próximo ao fim da série. O mal não é nada sobrenatural e sim humanos, como sempre, nos assustando com algumas de suas ações.

Os episódios duram cerca de trinta minutos e fiquei bem surpresa com a qualidade, para uma websérie, nos apresentando um roteiro bacana e bem desenvolvido. Lembrando que os atores não são tão conhecidos do grande público e alguns têm um papel de grande destaque pela primeira vez. Porém, é inegável que a maior química é entre Minnow e Angel. Todas as cenas são ótimas e a amizade delas é linda demais. E achei linda a diversidade no elenco.

Será que você é capaz de desvendar todos os mistérios que cercam a vida de Minnow Bly? Sacred Lies é uma ótima pedida para todos aqueles que amam um bom mistério, com um tonzinho mais dark.



#TOCANDOTERROR é um projeto que estamos fazendo em parceria com o blog Caverna Literária, onde iremos comentar alguns de filmes, livros e séries do gênero. Para conferir as opiniões da Carol, é só acessar o Caverna.


Título Original: Sacred Lies
Título Nacional: ?
Status: Finalizada
Nacionalidade: Americana
Criadores: Raelle Tucker
Roteiro: Molly Nussbaum, Raelle Tucker, Andrew Gettens, Jenny Klein, Lauren Mackenzie, Alan B. McElroy e Lindsey Villarreal
Adaptação: de The Sacred Lies of Minnow Bly (Compre)
Ano: 2018
Censura: 16 anos
Duração de Episódios: 30 min
O Que Assistirei?: Mistério, Gente Doida, Quem Cortou as Mãos?
Elenco Principal: Elena Kampouris, Kevin Carroll, Kiana Madeira, Leah Gibson, Patti Kim, Katrina Law, Zamani Wilder, Ryan Robbins, Toby Huss, entre outros.
Trilha SonoraTracklist no YouTube
Abertura/PromoTrailer
Canal Americano: Facebook
Canais Brasileiros: Facebook

You Might Also Like

14 COMENTÁRIOS

  1. Oie
    Ainda não conhecia esta série, mas fiquei interessada. Adorei a dica.

    Beijinhos
    diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não sabia disso, Nana!
    Essa série me pareceu bem pesada hein, mas vou dar uma olhada 😉
    Adorei a crítica!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nana!

    Caramba mulher, eu não conhecia essa série! Sei que o Facebook anda lançando séries, mas achava que ainda não tinham feito legenda. Vou adicionar no Banco de séries pra assistir assim que possível sim ou claro? Achei demais todo o clima que envolve a série, meio obscura, com cultos e a menina com a mão decepada. Curiosa pra conferir mais da história!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, Nana.
    Não sabia que o facebook estava lançando séries. E de grátis? Fiquei bastante interessada nela. Adoro um bom mistério e como você falou que é o que não falta, vou querer assistir. Se minha internet deixar é claro porque aqui está que é só Deus na causa. Agora mesmo nem está abrindo a página no face.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Hey Nana! Tudo bem?
    Não sabia que o Facebook investia em séries, gostei da premissa dela e vou assistir qualquer dia desses.
    Obrigada pelo comentário lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
  6. Oi Nana, eu não tinha a menor ideia dessa webserie!! Curti a trama e o tempo de duração tb rsrsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oi Nana,
    A MENINA NÃO TEM MÃOS?
    AI MEU DEUS. Eu acho que nunca vi algo assim em uma série. Só naqueles programas do ID ou Discovery. Mas é terror e isso já me dá frio na barriga. Não sei se consigo ver até o final.
    Vou te confessar que esse mês de Halloween está complicado para mim, porque quero fazer coisas temáticas mas sou cagona HAHAHAHAHAH
    beeeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Nana,

    Não conhecia essa série e nem sabia que era do Face. Muito bacana.
    Apesar de não assistir muito terror, gostei da premissa.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  9. Oi
    não parece ser assustador, até que fiquei um pouco curiosa para saber como tudo prossegue na história, parece ser um suspense interessante.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde,
    Tudo bem?
    Acho que é a primeira vez que ouço falar deste seriado :)
    Mas que baita surpresa, porque parece ser bem legal ta :)
    Gostei da dica (nem sabia que Facebook produzia séries)

    Beijos se cuida
    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Nana! Eu amei a premissa, estava querendo muito saber mais sobre está série e as produções do Facebook. Já quero assistir.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  12. Eu ia falar isso mesmo que a menina parece uma elfa ou fada coisa assim hahaha
    horripilante, parece ser bem forte. Tadinha ela não ter as mãos.
    Mas, eu adoro terror, é provável que eu assista.
    bjo
    Karina Pinheiro

    ResponderExcluir
  13. Oi Nana, tudo bem?
    Infelizmente, não me chamou muito a atenção. Entretanto, fiquei feliz em saber que o Facebook investiu na qualidade da produção. Que venham mais séries para nos viciar!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  14. Oie Nana =)

    O Facebook está tentando dominar o mundo rs... Não conhecia a série, mas pela sua resenha achei a temática dela um pouco pesada demais para o meu gosto. Mas, vou ficar de olho nas produções da rede.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?