Livro: O Amor Nas 4 Estações - Victor Degasperi

O amor nas 4 estações é uma experiência do sentir. Experimentar a vida em sua essência, valorizar cada momento, cada evento, cada cair de chuva, farfalhar de árvores. Sentir a vida, a alma, o infinito... tudo parece utópico e lúdico demais? Mas é um desafio diário de viver cada momento de verdade e com intensidade, e depois disso, tudo passa a valer a pena! Um livro de crônicas sobre a vida e suas nuances, permeando as quatro estações do ano. Mais do que celebrar o amor, o autor nos desafia a a viver um ano inteiro prestando atenção aos detalhes diários que tornam a nossa vida uma grande aventura, e que muitas vezes, deixamos passar. Victor aceitou esse desafio, e durante um ano viu a vida com os olhos de quem quer achar beleza em tudo, e isso mudou a forma como ele enxergou o mundo. E agora ele faz um convite para você viver a própria vida com intensidade, olhar o amor de outra maneira, de fazer uma releitura do nosso coração. Sua proposta é de fazer uma leitura do nosso próprio coração. Este é um convite para viver, em profundidade, as nossas próprias estações. “Quando a felicidade diz que não há nada que você poderia fazer a não ser ir, o coração já pulou. Os grandes momentos das nossas vidas partem de mergulhos corajosos.”
Dizer pra vocês que entre a minha pré-adolescência e parte da adolescência, me tornei obcecada em montar cadernos - ou agendas fofinhas tipo do Ursinho Pooh - com versos, músicas e outros tipos de textos. Não tinha muitas criações minhas, claro, era o que eu achava bonito e me despertava bons sentimentos. Enchia de adesivos, enfeitava com canetas em gel ou canetinhas... e minhas amigas de escola viviam pegando emprestado. Quando peguei o livro do Victor, comecei a lembrar desses cadernos, principalmente com a ajuda da diagramação. Tudo colorido e cheio de imagens, de acordo com a estação, transbordando belos sentimentos.

Neste projeto, o autor se dispôs a vivenciar um transbordar de sentimentos conforme as estações passavam, e decidiu transcrevê-los por essas páginas. Iniciando com Outono, ele deixa claro que pretende enaltecer o amor, seja ele correspondido ou não. A amizade acaba por entrar nesse meio junto com a admiração à distância, trazendo vários elementos que lembram a estação em questão. E com Outono, vemos muito sobre as cores, sobre ser uma boa companhia num fim de tarde, como os sentimentos oscilam como a temperatura, que pode ser um bom agrado para os dois. Como moradora do Rio de Janeiro não vejo frio no outono. Ha! Nem no inverno atual...


E falando no Inverno, adorei a maneira como o tom azul predomina pelas suas páginas. Os textos exaltam o aconchego e o aquecer de alguns sentimentos, como a saudade. É muito bonito como, vez ou outra, pegamos textos em que o autor agradece pelo que sente. E nessa parte do inverno, foi onde encontrei um dos meus textos favoritos, o Renascer. Talvez o inverno seja necessário pra gente hibernar como os ursos, mas para colocar as ideias no lugar e enfim encontrar a primavera; florescer.

A parte da Primavera é super florida e colorida. Deixa um clima mais alto astral e ainda mais romântico. A estação da flores não ficaria por menos nesse projeto, muito menos seu perfume. E assim partimos para o Verão, que me deixou surpresa, pois achei que o autor fosse focar em sentimentos momentâneos a lá "amor de verão", mas ele se pôs fiel à mesma figura desde o início da narrativa. Ha! Eles têm várias lembranças lindas para compartilhar nesse um ano de amor, e repleto de belos sentimentos, fato!

Há muito sobre não prender quem a gente ama, deixando com o destino a decisão de seu retorno. Dizem que o amor é paciente, né? O autor também nos mostra que qualquer ponto de vida na natureza, e na imensidão do mundo, surge uma ponta de inspiração. E isso casa muito bem com as imagens apresentadas nos textos.


A parte final se chama Um Novo Outono, e também é bem colorida. Os textos começam a caminhar para o seu final, na espera da eterna felicidade com seu amor. A escrita do autor é um mix de tantos belos sentimentos, que a leitura se torna dócil ao degustar e fácil de idealizar o cenário perfeito para tal sonhos e trocas. E dizer, eu fiquei com a música As Quatros Estações, de Sandy e Júnior, na cabeça pra pegar algumas das referências, nem nego. Ha!

E claro, fica aquela sensação de que a gente deveria apreciar mais as pequenas coisas. A ideia do livro transmite ao leitor as mudanças que passam por nós e, as vezes, nem consideramos dar atenção. Cada estação se torna especial do seu jeito e feitios, marcando cada partezinha do nosso ano e nos enchendo de boas memórias. A cada folha caída, pode-se atiçar esses lampejos.

"Talvez as estações existam pra aprendermos a sermos várias versões de nós."

"Sentir é um abraço que começa por dentro, ao encontrar o que você tanto precisava."

O Amor nas 4 Estações é lindamente singelo, e olha, seria um belo presente para o crush, ein? Caso sua timidez esteja empacando as coisas, quem sabe as palavras de Victor Degasperi - demorei pra memorizar o sobrenome dele corretamente, -q - podem te ajudar. Ha! Além de ser escritor, o autor também é psicólogo.


Acho que está mais do que claro que a edição do livro está lindíssima, e espero que as fotos sejam justas. A quem interessar, a Faro tem outros livros nesse estilo e fiquei com muita vontade de conhecê-los também. É uma leitura rápida, não passa de duzentas páginas, porém eu decidi ler de acordo com cada estação, para ir absorvendo e interpretando da minha maneira, sabem? A capa é um amor, todas essas flores e folhas tem certo relevo, e o título também.


Autor: Victor Degasperi
Origem: Literatura Brasileira
Editora: Faro Editorial
ISBN: 9788595810464
Publicação: 2018
Páginas: 176
Série: Não
O Que Tem?: Quatro Estações, Amor, Crônicas



O Canto Cultzíneo agradece a Faro Editorial por ceder o exemplar para análise

Nana Barcellos

11 comentários:

  1. Oi Nana!
    Que linda a edição desse livro, adorei as fotos!
    Eu tbm sempre anotei essas frases legais q me inspiravam!
    Dica anotada, deve ser um lindo livro!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Nana, tudo bem?
    Que livro lindo e que edição caprichada!
    Eu não sei se compraria pra mim mesma, mas gostaria de ganhar, com certeza. Ou mesmo presentear!
    E todo esse gancho com as estações dá um charme ainda maior, já que são tantas mudanças pelas quais o ano, o clima e nós mesmos passamos... Enfim, divaguei rs.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nana!
    Não sabia que a diagramação desse livro tinha ficado tão linda <3 Ele me conquistou exatamente pelas cores e todo o cuidado que a editora teve com cada capítulo. Acho isso super importante para dar um ânimo na leitura, né? Apesar disso, não sei se é o tipo de livro que eu me apaixonaria, mas nunca se sabe!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  4. Nossa, realmente essa edição está muito linda. Adorei a indicação. Fiquei com muita vontade de conhecer.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Nana! Que livro bonito, eu ainda não tive oportunidade de folhear, mas amei ver o cuidado com a edição para complementar a história. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Essa edição está linda demais, e concordo que não devemos prender quem amamos porque senão não é amor. O amor é ser livre e querer por vontade própria continuar juntinho. Vou querer ler com certeza esse livro, gosto dessa temática.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que livro lindoooo! Eu fazia a mesma coisa, enchia a agenda d frases apaixonadas e motivacionais, adesivos, desenhos, mensagens de amigas, fotos, recortes e trechos de musicas. Parece um livro tão bonitinho, de aquecer o coração, afinal todos temos essas fases na vida, como um frio inverno e uma florida primavera. Amei a indicação.

    Abraço,
    ParágrafoCult.blogspot

    ResponderExcluir
  8. Olá, Nana.
    Antes de mais nada, que linda sua resenha. Eu quero e não quero ler esse livro hehe. Fico tentada em solicitar ele para a editora porque a edição está de encher os olhos, mas tenho medo de não gostar porque geralmente não gosto de não-ficção. Fico na dúvida hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Oi Nana,

    Que edição mais linda ♥
    Não é muito meu gênero confesso, mas só pelo trabalho do livro já dá vontade de ler.
    Dica anotada!

    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  10. ah adorei conhecer esse romance, coisa mais linda essa inspiração nas estações, amei a edição e td essa temática, fiquei curiosa pra ler com certeza

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  11. Oi
    primeira resenha que leio que tem foto de dentro do livro e achei linda essa ilustração da primavera, parece ser uma leitura bem gostosinha, eu também tinha um caderno que escrevia frases e trechos de músicas quando criança, tinha até trecho de músicas.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão enviados para o spam.
- Comentários irrelevantes como: estilo copy+cola, desprezando o conteúdo da postagem, 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, não serão respondidos, e dependendo, serão enviados para o spam também.