Livro: A Garota do Lago - Charlie Donlea

ALGUNS LUGARES PARECEM BELOS DEMAIS PARA SEREM TOCADOS PELO HORROR...Summit Lake, uma pequena cidade entre montanhas, é esse tipo de lugar, bucólico e com encantadoras casas dispostas à beira de um longo trecho de água intocada. Duas semanas atrás, a estudante de direito Becca Eckersley foi brutalmente assassinada em uma dessas casas. Filha de um poderoso advogado, Becca estava no auge de sua vida. Atraída instintivamente pela notícia, a repórter Kelsey Castle vai até a cidade para investigar o caso. E LOGO SE ESTABELECE UMA CONEXÃO ÍNTIMA QUANDO UM VIVO CAMINHA NAS MESMAS PEGADAS DOS MORTOS... E enquanto descobre sobre as amizades de Becca, sua vida amorosa e os segredos que ela guardava, a repórter fica cada vez mais convencida de que a verdade sobre o que aconteceu com Becca pode ser a chave para superar as marcas sombrias de seu próprio passado...
Aviso: Esse livro contém alguns gatilhos ligados ao abuso sexual.

Antes tarde do que nunca! 
Finalmente o primeiro Donlea por aqui. 
E como primeiro livro de um autor, precisamos "ler"com isso em mente.

Esse mistério inicia em Summit Lake, no início de 2012. A recém-graduada em direito, Becca Eckersley, é brutalmente atacada dentro da residência de férias de sua família. Sabemos que a jovem era misteriosa e guardava alguns segredos. Antes de ser assassinada, fez uma confissão à dona de um estabelecimento local. Ela aguardava pela chegada de alguém, assim retornou ansiosa para elegante palafita. Mas será que essa pessoa é a culpada?

Um mês depois, conhecemos a jovem repórter investigativa Kelsey Castle. Seu chefe está curioso em relação ao caso de Becca, pois até o momento não ouve-se grandes resoluções, então decide enviá-la até Summit Lake para desenvolver uma matéria sobre a rotina da moça até seu dia fúnebre. Kelsey precisou se afastar do trabalho por algum tempo, e está lidando com certos problemas emocionais. No mesmo instante, se vê conectada com o caso de Becca. O problema é que o pai da jovem é uma autoridade poderosa, que não deseja que ninguém se aproxime do caso, além de pessoas requisitadas por ele.

Chegando á bela Summit Lake, Kelsey nem imaginava o quanto este caso poderia estar encoberto. Até o delegado encontra-se deslocado das informações sobre o crime cometido em seu local. Será que o pai de Becca está filtrando informações? Por quê? Kelsey logo descobre que a jovem mantinha amizades próximas, mas que também terá dificuldades para alcançá-las. Becca era uma menina que guardava grandes segredos, principalmente sobre alguns relacionamentos amorosos. E falando neles, há também certas mágoas. No decorrer das páginas, as informações sobre sua vida se revelam a cada momento, colocando em pauta sua verdadeira personalidade.

Mas não se enganem, Kelsey não é qualquer repórter; não descansa até encontrar suas respostas. Sabe como reinventar-se e obter o que deseja. Como traçar um belo plano para por as mãos no misterioso diário de Becca. Ela já conseguiu fazer seu nome e até encontra alguns fãs por Summit Lake, como a jovem Rae. E junto com o médico Peter, pretendem encontrar o culpado deste crime brutal.

"- Como pode estar apaixonado por alguém que nunca namorou, nem beijou, com quem jamais transou? Talvez encantado, mas não apaixonado.
- Tanto faz. É complicado. Somos muito próximos. Ela fica comigo o tempo todo, e conversamos até o sol nascer."

Em seu livro de estreia, Charlie Donlea já deixa claro os lados marcantes de seus mistérios: a dualidade das vítimas, a ótima descrição de cenário que enaltece sua importância tanto quanto a dos personagens, o empenho em conectar suas pesquisas ao leitor e, claro, sabe nos prender até a última página. Dizem que há certa notoriedade na escrita iniciante, com muitos diálogos e pouco desenvolvimento da narração, ou acontece ao contrário, mas nada me incomodou em relação a isso. Talvez só o fato do enredo não ser tão fermentado como os de suas próximas publicações. O autor realmente tem o dom para nos deixar ávidos para as próximas páginas, desconfiar de tudo e de todos, e esquecer as horas de sono.

E aqui ele nos apresenta Becca e Kelsey. Uma vítima que acaba por se conectar com a investigadora de forma emocional. Porém, o enredo sempre contesta um pouco da personalidade de Becca, nos fazendo duvidar de suas ações. Em paralelo, vamos acompanhar situações pré-formatura e os dias que levam até o crime ser cometido. Várias coisas ficam no ar, como: Ela tinha um caso com professor? Seus amigos eram realmente amigos? Sua amiga era confiável? Ela gostava de iludir as pessoas? Seu ex é tudo que ela expõe? Enfim, respostas que teremos, aos poucos, conforme a conclusão se aproxima.

Kelsey Castle é uma ótima personagem. Adorei como ela mantém uma ótima química com todos em seu cenário. Em especial, Peter e Rae. Apesar que, como os dois são habitantes de Summit Lake e tiveram algum contato com a vítima, acabam por entrar na roda de suspeitos. Ainda tem a questão envolvendo o acontecimento em seu passado, que reflete em seu emocional atual. Creio que seja algo de praxe - em tom positivo - as personagens femininas de Donlea serem tão humanas, e daí a gente querer ser amiga de todas elas.

"- Caramba, garota, você mexeu num vespeiro!"

Como mencionado dá pra suspeitar de bastante gente, mas é uma trama fácil. Senti falta no foco nos pais de Becca após a morte dela. Há tanto cochicho sobre o pai estar aprontando, proibindo as coisas, mas não há nada tão concreto em relação a ele. Somente nos flashbacks. Mas me surpreendeu, com o lance de um personagem só aparecer próximo ao fim da história. Isso ajudou bastante em por mais lenha na fogueira. Embora, o verdadeiro culpado seja super fácil de adivinhar, principalmente quando Donlea faz uma baita revelação na metade do caso.

Só digo para vocês fugirem da comparação com Garota Exemplar. Eu li isso e achei que macho ia se ferrar, até cogitei que a Becca poderia estar aprontando com os dois amigos dela, o ex ou o professor, mas nada. Ha! Isso me fará entrar no ponto negativo, pois o autor poderia ter ousado um pouco na resolução do mistério. Digo que é bem oito ou oitenta, sabe? Vai amar ou odiar a revelação. No meu caso, não gostei. O leque de opções é tão interessante, afinal todos ali sabiam quem era Becca Eckersley, mesmo que mínimo. Fora o uso de uma informação mentirosa para ocultar a identidade do assassino. Bom, talvez esse ponto tenha sido algo de iniciante, né? É como se só tivesse esse personagem...

Entretanto, A Garota do Lago consegue entreter e nos deixar interessados para mais mistérios de Charlie Donlea. E será que teremos uma possível volta de Kelsey? Ha! Ele já tem um monte aí pra continuar, né? Adoraria reencontrar Rae e Peter em mais uma missão ao lado dela.

"- Dizem que não é o crime que abala as pessoas.
- Sim. É esconder a verdade. "

Essa foi uma da primeiras publicações da Faro, ainda não tinha a separação das folhas acinzentadas para o passado, nos livros do Donlea. Faro você me criou mal. Ha! Contudo, conseguiu me prender na organização tanto o quanto. A narrativa é dividida em quatro partes, com as capinhas legais, apresenta fonte confortável e boa revisão. Os capítulos são curtos, então não se assustem com a quantidade. Capaz até de você finalizar em um dia. E essa capa sempre me lembra Twin Peaks, quando encontram a Laura Palmer.

Autor: Charlie Donlea
Título Original: Summit Lake
Origem: Literatura Americana
Editora: Faro Editorial
Tradução: Carlos Szlak
ISBN: 9788562409882
Publicação: 2017
Páginas: 296
Série: ?
O Que Tem?: Cidade Pequena, Tretas do Passado, Quem matou?

LinksSkoob Compre Físico - No Site da Editora - Site do Autor
O Canto Cultzíneo agradece à Faro Editorial por ceder o exemplar para análise.

11 COMENTÁRIOS

  1. Olá...
    Ultimamente ando esbarrando muito nesse livro e a cada resenha lida minha vontade de ler aumenta. Porém, estou esperando um momento adequado já que tem um enredo meio pesado, com abuso sexual e tal.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oii, como vai?
    Gostei muito da resenha, ainda mais que tem muita gente comparando com Garota Exemplar, mesmo vc dizendo que NÃO kkkk Gosto de um bom livro de investigação que deixa a gente preso. É uma pena que o autor não soube ousar tanto quanto vc esperava. Porém a minha vontade de ler permanece.

    Abraço,
    Parágrafo Cult

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nana!
    Você acredita que eu tenho livro dele autografado, só não tenho o exemplar de Deixada Para Trás, mas ainda não li nenhum? hahahahaaha Eu sou ridícula! Vou começar na ordem de publicação, pois já ouvi dizer que tem algumas ligações entre um livro e outro.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  4. Olá, Nana.
    Eu comecei a ler os livros do autor por esse livro e apesar de achar o mais fraco dele, eu gostei bastante. Dá para sacar o assassino bem antes mesmo, mas o que me incomodou foi que a cena inicial que se repete depois já sabendo quem está ali, tem algumas coisas diferentes entre as duas hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi Nana,

    Eu não li nada do autor ainda, mas esse livro está na minha listinha de leitura.
    Agora só falta colocar ele no meio dos outros para ler rs.
    Pelo seus comentários acho que vou curtir a história.

    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  6. Oi Nana! Esse foi o primeiro livro do autor que li e desde então toda vez que vejo algo novo dele já quero. É um dos que mais gosto do Donlea, mas o meu favorito é Deixada Para Trás. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Oi Nana, tudo bem?
    Acho um pouco triste quando na metade do livro o autor já "deixa quicando" a revelação haha! Tira um pouco do brilho do final, na minha opinião. Mas que bom que, apesar das ressalvas, a experiência foi positiva!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  8. Oi, Nana!

    Quero ser que nem você um dia e ler esses suspenses todos hahaha sempre me interesso nas histórias, mas tenho uma preguiça de acompanhar o desenrolar, acabo sempre dando preferência pros meus romances clichês, leves e bobos :( gostei da premissa de a garota do lado, parece que os mistérios acerca da vida da moça se mantem firme até o final, e isso instiga ainda mais a curiosidade do leitor. Ótima resenha!!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oie
    Fiquei interessada na obra, é o tipo de enredo que me deixa curiosa.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Nana, tudo bem?
    Minha mãe comprou esse livro numa promoção faz um tempinho e ainda não teve coragem de ler por conta de uma leitura ruim que ela fez, acredita? Acho que vou acabar passando na frente e lendo antes dela.

    Achei interessante o mistério e fiquei com vontade de ler. Que bom que você avisou do gatilho no início do texto, assim já vou preparada. Queria ter sido avisada antes de ler "Ed & Lorraine Warren - Lugar Sombrio". Me traumatizou bastante.

    Até mais;
    |Mente Hipercriativa (Blog) | Mente Hipercriativa (Fanpage)|

    ResponderExcluir
  11. Gostei de saber que os capítulos são curtos. Gosto disso. Essa história é interessante.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir

Olá, sejam bem vindxs :D
Algumas observações:
- Os comentários são moderados, conteúdo odioso ou preconceituoso não será aprovado;
- Comentários que não tenham relação com a postagem e estilo propaganda serão enviados para o spam;
- Comentários que desprezam o texto da postagem não serão respondidos.