Livro: O Corvo - Edgar Allan Poe

Escrito há quase duzentos anos, esse poema atravessa gerações e continua sendo um marco da literatura mundial. Imprescindível para todos os apaixonados por literatura, O Corvo é considerada a obra-prima de Edgar Allan Poe. Mesmo tendo escrito diversos livros e contos, nenhuma outra história atraiu tantos leitores e tamanho respeito pela crítica especializada. Um homem atormentado pela morte da amada é despertado pelo barulho incessante de um corvo e a trama que se desenrola no poema demonstra tanto a genialidade do autor quanto os demônios que ele carregava. Dizem que a vida imita a arte, mas nesse caso, a arte imitou a vida. O Corvo foi publicado dois anos após a morte precoce da esposa de Poe. E, como muitas vezes acontece, o autor não teve tempo para ver o sucesso de sua obra. Morreu na miséria e sem saber que seu corvo atormentaria muitas outras almas mesmo anos depois de sua morte.

 

sempre tentando o máximo para não parecer burra escrevendo análises de clássicos...

A primeira publicação deste poema se deu em 1845. Ele não é um poema comum: seus versos desenvolvem a narrativa de um homem que recebe a visita de um corvo numa gélida noite de Dezembro, após a perda de Lenore - sua amada. Não sabemos seu nome, apenas que está afogado no luto e assim buscando algum alento. O corvo invade o recinto e permanece pousado no busto de Atenas - ou Pallas, como no original - inspirando certo confronto.

Atenas é a conhecida deusa da sabedoria, enquanto corvos foram estigmatizados como seres fúnebres ao longo dos anos. Será que o narrador fez interpretações equivocadas? Como se fosse um sinal do universo de que o corvo seria o certo para questionar? Se for ou não, o pássaro só responde "nunca mais" e atormenta o narrador - que insiste buscar e agarrar algo. A discussão chega a soar engraçada em breve momento, mas é triste a perda que o nutre.

Como um verdadeiro clássico, o poema segue inspirando várias histórias literárias e outros visuais. O Corvo vem de uma época em que o horror se fazia - e muito - pelo cenário; aqui até o tom sobrenatural se envolve. A presença do corvo, o ar gélido e enlutado dão os toques para firmar as conhecidas características da escrita do autor em seus enredos que fincaram a literatura gótica.

Edição bilíngue e está um arraso

Meu primeiro contato com Edgar Allan Poe foi na época da faculdade, durante as aulas de Literatura Americana. A abordagem foi de outro conto e, infelizmente, ainda não tinha retornado ao seu catálogo. O Corvo é daqueles com sua marca histórica. O poema apresenta uma escrita musicalmente poética; no lado bilíngue é nítido as rimas, um de seus pontos atraentes. O jogo de palavras se torna interessante, sobretudo quando o corvo passa a respondê-lo.

Pra quem costuma torcer a cara para poemas, O Corvo pode ser uma ótima pedida pela estrutura da narrativa - como se uma história desenvolvesse. A tradução não apresenta um tom tão formal, o que abraça leitores mais jovens. Acredito que, talvez, seja o ponto principal da editora investir nos clássicos em seu catálogo atualmente. Perceberam que eles estão escolhendo a dedo e não lançam um atrás do outro?

"Duvidando, sonhando o que os mortais jamais ousaram sonhar"

"E a minha alma sob esta sombra que paira acima do chão"

Edição em capa dura e está lindíssima. Espero que as fotos confirmem isso. Na introdução, o leitor encontrará a nota da tradutora que explica um pouco de seu trabalho com o poema, além da importância para a literatura, e o motivo por ter optado por uma tradução menos formal. Eu até gostei, e espero que alcance leitores mais jovens que ainda nutrem certo medo com o estilo. Como mencionado, o poema está nas duas línguas - lado a lado - e é de fácil comparação e estudo. As ilustrações são de James Carling. Apreciei que não só descrevem o cenário, mas também símbolos que o autor inclui na narrativa - de toques da mitologia a religiosos.

As ilustrações de James Carling acompanham o poema

Ah, sim, os corvos falam... na verdade imitam. 
No mais, assista um vídeo clicando aqui e outro assustador aqui. Ha!

*Adaptações:

Curtas 
. Acreditem se quiser, mas O Corvo não tem lá grandes adaptações. Sim, há outros filmes com o título, mas não confundam - não se relacionam com o poema. Boa parte das adaptações são curtas - de maioria independente - então só irei mencioná-los com link direto para o perfil no IMDB. Talvez alguns deles se encontrem no YouTube ou no Vimeo: Lenore - The Raven - The Raven - The Raven - The Raven - The Raven - The Raven - The Raven - Nevermore - The Raven - The Raven - The Raven - El cuervo - The Raven - The Raven - The Raven... Nevermore - Havran - The Raven - The Raven - The Raven
****
Extraordinary Tales (2013) | Animação - Trailer
. Uma antologia que apresenta cinco contos adaptados de Poe;
. Christopher Lee dubla um dos personagens.
****
O Corvo (2012) | Filme - Trailer
. Achei justo mencionar esse filme pelo fato do assassino se inspirar nas obras o autor;
. E temos Edgar Allan Poe, interpretado por John Cusack, que ajuda a solucionar o caso.
****
O Corvo (1963) | Filme - Trailer
. Roteiro de Richard Matheson;
. Boris Karloff e Jack Nicholson estão no elenco;
. Não é uma adaptação fiel, já que a própria sinopse menciona que o corvo é um mágico;
. Boatos que eles gravaram com um corvo de verdade - e que cagava em todo lugar. Ha!
****
O Corvo (1935) | Filme - Trailer
. É levemente inspirado no poema;
. Boris Karloff e Bela Lugosi estão no elenco;
****
Episódios de Séries
. Algumas séries em que o poema ganhou adaptação em algum episódio: The Fantasmagori, Joe's Marionette Theather, Os Simpsons Historias para no Dormir.
****
Outros filmes
. Vale uma menção também para os filmes que estão com avaliação péssima: The Raven - The Raven telefilme - The Raven

Autor: Edgar Allan Poe
Título Original: The Raven
Origem: Literatura Americana
Editora: Faro Editorial
Tradução: Thereza Christina Rocque de Motta
ISBN:  9786586041453
Publicação: ed. 2020
Páginas: 96
Série: Não
O Que Tem? Poema, Corvo, Conversa Doida, Nunca Mais, Inferno ou Paraíso?

LinksSkoob Compre Físico - No Site da Editora - Site do Autor
O Canto Cultzíneo agradece à Faro Editorial por ceder o exemplar para análise.

7 COMENTÁRIOS

  1. Oi Nana,
    Por mais que eu ame um dark, não sou uma das maiores apreciadoras do autor, rs.
    Não sei, ele fala difícil demais e não tem tanto amorzinho quanto eu gostaria! kkkkk
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nana! Já tentei ler a obra do autor, mas não funcionou bem comigo. Eu ainda gostaria de conferir O Corvo, mas não por agora. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto muito do autor e essa edição é uma lindeza que ainda pretendo ter.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  4. Oi Nana,
    Quando se fala em O Corvo eu só consigo me lembrar do filme de 1994, onde infelizmente Brandon Lee foi assassinado durante as filmagens do filme. Mas, creio que não tenha nada a ver com esse poema clássico. Inclusive, achei bem legal não usaram uma linguagem formal na tradução.
    Ahh.. e fui atrás do episódio de Os Simpsons baseado no poema, haha. Vou assistir.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  5. Oie ! Nossa, tem muuitos anos esse poema. Não conhecia o livro, parece ser interessante mas achei um pouco macabro 😆

    www.blogresenhando.travel.blog

    ResponderExcluir
  6. Tenho muitaaa curiosidade em ler esse livro, é um clássico que me agrada pelas coisas que já ouvi falar dele.
    E caramba, não sabia que até hoje ainda não tem uma adaptação fiel ao livro, queria muito assistir, seria ótimo.
    Ótima resenha e dica! :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi
    nunca li nada do autor, não fazem muito meu estilo, mas sempre leio comentários positivos.
    Nem sabia que tinha tanta adptação.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Olá, sejam bem vindxs :D
Algumas observações:
- Os comentários são moderados, conteúdo odioso ou preconceituoso não será aprovado;
- Comentários que não tenham relação com a postagem e estilo propaganda serão enviados para o spam;
- Comentários que desprezam o texto da postagem não serão respondidos.