Contos Del Canto #6 #TOCANDOAMOR

cinco minutinhos para um romancinho
Olá pessoas, tudo bem?
Entrando nas últimas postagens do especial e já quero agradecer a todos que acompanharam. Queria continuar postando? Queria! Mas preciso seguir com as outras ideias aqui - ainda terá romances pela frente, mas sem tanto exagero assim. Ha! Tinha planejado bem mais coisas, mas rolou alguns imprevistos familiares e de saúde, então precisei cuidar disso. 
E, claro, que eu não ia deixar os continhos de fora!

Sobre a coluna: Quem acompanha as postagens do blog sabe que eu adoro indicar contos! Eles são ótimos para intercalar com algumas leituras mais longas ou pesadas. Fora que são excelentes opções pra dar aquela turbinada na meta de leitura, né? Ha! Pena que nem todos dá para desenvolver um texto longo e bacana, por suas páginas mínimas. Pensando nisso, resolvi fazer uma coluninha pra eles. Torcendo para vocês curtirem as dicas!

Depois me contem se gostaram. 
Pode ser aqui no blog, no Twitter (novo) ou no Instagram - e pode seguir que retribuo, viu?


10 SEGUNDOS: UM CONTO DE ANO NOVO - ROBSON GABRIEL | pgs: 30 | NOTA: 4/5 | SKOOB | AMAZON
Recomendação do Canto: +14
Revendo ex? Dels me dibre. Este conto se passa durante o Ano Novo. Quem nunca idealizou aquela viagem especial para Nova York? E no fim de ano para observar a badalada virada na Times Square? Will está realizando esse sonho, embora soe meio perdido perante a grande movimentação do aeroporto e com os tramites. Na busca pela cafeína, Will reencontra seu antigo crush da época do colegial - o músico Thiago. Em defensiva, Will tenta escapar daquela cilada, mas logo rende-se a uma nostálgica conversa. Thiago está disposto a deixar todas as tretas do passado em pratos limpos, só basta Will escutá-lo. Sentindo o chamado do recomeço, Will cede e permite que Thiago o guie por uma aventura antes do badalar da meia-noite. Conto super curtinho e perfeito para os amantes de leituras rápidas. O autor apresenta uma narrativa alegre e apaixonante. Mencionei que Thiago é músico, né? Então espere uma cena lindinha, de deixar Will todo derretido. A escrita entretém, apesar que, talvez, a linguagem tão informal não agrade a todos - e acrescento a questão da quebra da quarta parede. Parte da construção de Will é muito moderna, repleta de humor e dominada por neologismos das redes sociais. As expressões do personagem também abusam de referências culturais amadas pelo público LGBTQ+. A narrativa é linear e sem grandes obstáculos, pois a ideia é entregar um momento feliz para celebrar a passagem do ano, o reencontro e um possível recomeço entre eles. E os dois moços são bem diferentes, Will é o agitado, enquanto Thiago é o mar de tranquilidade. Peca um pouco em algumas quebras de regras e vazios em relação ao cenário.
...
A GAROTA DO BANCO DE TRÁS - MARY C. MÜLLER | pgs: 33 | NOTA: 3/5 | SKOOB | AMAZON
Recomendação do Canto: +14
Crush de busão? Quem nunca? Neste conto iremos conhecer a jovem Bianca, que está prestes a finalizar o ensino médio. Há aquela grande expectativa em relação as mudanças universitárias e despedidas. Mas para nossa protagonista a pior despedida será dela: a garota que subia no ônibus, na altura do Bairro das Nações. Tímida, Bianca nunca criou coragem para se aproximar e iniciar uma conversa. Daí ela chama a menina de Kindle, pelo fato da mesma estar sempre lendo no aparelho. A última semana de aula está chegando e o tempo de Bianca se esgotando. É quando ela decide escrever uma carta, embora tenha grandes obstáculos até conseguir entregá-la. Esta é a segunda versão do conto. A primeira, intitulada 102 A, encontra-se na antologia Nós Estamos Aqui: Histórias da Juventude (editora Draco). A narrativa entrega uma boa construção jovial, destacando todas as sensações deste período de transição para a jornada universitária. Bianca divide tudo com o leitor. A garota é doce em descrever seus sentimentos platônicos. É uma ótima sacada da autora, pois conecta facilmente com nossas lembranças adolescentes. Difícil não recordar um crush dessa época - coisa que eu detesto, cof cof. E nada nessa paquera de busão soa perturbador, viu? Temos paquerinha saudável e adorável. Ponto negativo é a falta de uma narrativa paralela para a Kindle. Ficamos no vago em relação aos seus sentimentos e, também, personalidade. A conclusão é corrida, com poucos diálogos, e não ajuda tanto. É um romance clichê que deixa certo conforto no coração. Tudo que envolve cartinhas é difícil não conquistar, né? A capa é linda demais. Adorei a camiseta do "Make Emo Great Again". 
E sigo implicando com uso do artigo antes dos nomes dos personagens...

~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~

A MARIANA ERRADA - JULIA BRAGA | pgs: 31 | NOTA: 5/5 | SKOOB | AMAZON
Recomendação do Canto: +14
Terminei com vontade de ler de novo! Como assim cadeia na festa junina? Nunca acabei lá. Ha! Neste conto super divertido a protagonista Ingrid só queria ter a diversão e comilança de uma típica festa junina escolar. Mas suas amigas tramaram o plano mais maluco ever para juntá-la com sua crush, Mariana Goulart. Durante os preparativos do evento, o grupo de amigas se reuniu para construir uma pseudo prisão para movimentar o festival. Elas idealizaram uma bela lista de regras que levariam uma pessoa/dupla ser presa. De acordo com Ingrid, alguém ali aprontou uma das boas com ela, que imaginava que acabaria algemada com a crush, mas acabou presa a Mariana Brito, sua arqui-inimiga - ou seja, a Mariana Errada. Ha! Ingrid e Mari Brito mantêm uma rixa escolar desde a época do jardim de infância! Todos sabem o quanto as duas se esforçam para competir em tudo, nunca permitindo ficar em um nível inferior quando se trata da outra. Nem é necessário afirmar o quanto ambas estão bastante surpresas por esta prenda. Conformadas, Ingrid consegue garantir que aproveitem parte do evento, mesmo algemadas uma a outra, consequentemente descobrindo um lado doce, amigável e empático de Mari Brito. Eu tenho certeza que não gostaria de passar por essa situação na escola onde estudei porque certamente não seria algo tão fofo como este conto. Mas né, quem não gostaria de uma trama tão criativa dessas para tentar se aproximar do crush? A autora Julia Braga destaca um enemies to lovers saudável entre suas protagonistas - e, quando bem construído, nem nego que é um dos meus clichêzinhos favoritos quando se trata de romance. E uma baita nostalgia da época colegial e suas delícias de uma boa festa junina. Ai as comidas tudo... Ingrid é uma protagonista adorável. Sua construção jovial, de ar meio injustiçado pela artimanha das amigas, cativa e nos conecta facilmente a sua narrativa. Dificilmente não iremos nos divertir com suas tiradas e reclamações. Uma leitura ágil, fofa, divertida e amigável. O conto segue apenas uma situação - que se desenvolve dentro de algumas horas. Entrega essa liçãozinha gostosa, de que uma conversa bastaria para evitar a tal inimizade entre elas - além de pontuar rancores infantis que carregamos, cof cof.  E a história pertence as duas mesmo, porque nenhum outro personagem apresentado foi tão marcante - apesar de ter curtido os nomes das amigas tão escolas brasileiras. E precisamos falar dessa capa! Uma das raras vezes que consigo conectar a arte com os personagens durante a leitura. Adorei! E não posso deixar de destacar o ótimo momento musical - ao som de Falamansa - na conclusão!
...
O 224º DIA EM TERRA FIRME - MARY ABADE | pgs: 19 | NOTA: 4/5 | SKOOB | AMAZON
Recomendação do Canto: +14
A ex-astronauta Beatriz leva uma vida bastante solitária desde que retornou à Terra. Tanto tempo - leia-se anos - longe, causa aquele baque pelas mudanças internas e externas. Ela nunca conseguiu se encaixar após o retorno, e parece muito tarde para conseguir novos amigos. Em meio a toda essa reflexão melancólica, e ignorando os pedidos pra baixar o Tinder e arrumar um boy, Bia está planejando mais uma noite na companhia de uma bela pizza. Mas à caminho de casa se depara com um parque. O Parque Sideral. Em especial a roda gigante, além de toda temática espacial. Bia não consegue tirá-lo da mente e resolve visitar. Lá uma segurança - e fã - cruza seu caminho. A comunicativa Brisa tem tanto a dizer que atinge até a gente com suas deduções. Já sabem que as próximas horas irão remexer esta rotina empacada da menina, né? É super curtinho e bem narrado. Adorei as reflexões solitárias e as brincadeiras com o fato de Bia já ter 30 anos! Tadinha, mas ela quis realizar um sonho. Queria mais de Brisa, personagem muito simpática. Capa adorável. Adorei a fonte utilizada.

~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~~*~

PARA BENTO - VINCENT BERNARDO A. SANTOS | pgs: 22 | NOTA: 3/5 | SKOOB | AMAZON
Recomendação do Canto: +14
Das desilusões amorosas e sobre se amar antes de tudo. Neste conto iremos conhecer o jovem universitário Benedito, ou simplesmente Bento. O rapaz lida com vários bloqueios amorosos, fruto das desilusões que sofrera, e o deixa muito ressabiado em se abrir para novas relações. Diferente de sua melhor amiga Yasmin, que emana good vibes e aceitação, Bento se enrola em algumas situações por causa dos receios em se abrir - em relação a sua bissexualidade também. Dizer que compreendi a ideia do conto quando finalizei, mas a conclusão tem um tom vazio. Precisei até retomar uns parágrafos, pois senti que havia perdido alguma coisa. A narrativa é fluida e tomada de referências joviais e da cultura pop - às vezes poluindo um pouco. Adorei que o cenário é Aracaju. E os dois amigos são grandes fãs da banda Paramore.
...
ELA É SÓ UMA GAROTA COMUM - MARIA FREITAS | pgs: 43 | NOTA: 4/5 | SKOOB | AMAZON
Recomendação do Canto: +14
Ano 2086. Romile e Juliano, dois controladores temporais, acreditam que finalizaram uma missão e sem danos. Juliano é humano, enquanto Romile é um Kein. Na era atual os humanos convivem com seres de outros planetas - mas não costuma ser um relacionamento tão amigável. Decretando o fim da viagem, Romile sente que algo está errado ao ser obrigado a ignorar uma humana que fora estilhaçada. O chefe repete a todo tempo que "ela é só uma garota comum". Ano 2138. Os dois retornam e testemunham que nada amenizou o ataque e destruição que tentavam impedir. Romile é o primeiro a conectar a humana morta ao resultado. E é ele quem precisa retornar horas antes da morte da garota e descobrir que a faz ser tão importante para o futuro. É apenas um conto, mas acho que ficaria ótimo maiorzinho e como um livro. Olha que nem sou muito habituada com o gênero sci-fi, viu? Também tem uma pitada de romance sáfico. Adorei que, mesmo em poucas páginas, a autora destaca tópicos válidos como xenofobia e lesbofobia. A edição que li foi a antiga, mas decidi divulgar com a capa e dados da nova porque representa algo muito pessoal e importante pra autora. Então quem curtiu a proposta dê uma força!

7 COMENTÁRIOS

  1. Oie, não li nenhum mas já vi algumas das capas aqui e ali. Salvando porque contos são preciosos para dar um up na leitura haha.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  2. Olá, Nana.
    Eu já sou dessas que evita ler contos hehe. Tenho um certo TOC ao cadastrar os contos no skoob porque dai fico pensando que estou roubando nas leituras contando o conto como livros lidos hehe. E nenhum deles infelizmente me interessou tanto assim.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi Nana, tudo bom?
    Não conhecia nenhum dos citados, acredita? kkkk
    Como a Sil aqui em cima, eu também evito contos, não tanto pela contagem, mas porque sempre fico naquela sensação de "rápido demais, ficou faltando detalhes". Sou do time dos calhamaços! kkkkk
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Nana, tudo bem?
    Não conhecia nenhum dos contos, mas acho que agora mais familiarizada com os ebooks é minha oportunidade. Finalmente estou conseguindo começar e terminar livros pelo tablet. Eu nunca fui muito fã de contos, na verdade, porque quando a história é boa fico querendo mais, mas é um gênero que eu gosto de escrever, então preciso ler bastante.

    Até breve;
    Te espero nos meus blogs!
    https://hipercriativa.blogspot.com (Livros, filmes e séries)
    http://universo-invisivel.blogspot.com (Contos e Crônicas)

    ResponderExcluir
  5. Oi
    apesar de gostar de contos, faz tempinho que não leio um, mas gostei dessas dicas, não conhecia nenhum desses e parece ser boas histórias.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. OI Nana! Não conhecia nenhum dos contos, mas vou salvar o post nos favoritos para ir conferindo aos poucos. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Acho interessante contos e gosto também porque são menores né? Fica mais fácil e rápido de ler.
    Adorei as indicações ;)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir

Olá, sejam bem vindxs :D
Algumas observações
- Os comentários são moderados, conteúdo odioso ou preconceituoso não será aprovado;
- Comentários que não tenham relação com a postagem e estilo propaganda serão enviados para o spam
- Comentários que desprezam o texto da postagem não serão respondidos