Filme: 7 Desejos (2017) #TOCANDOTERROR

A adolescente Claire (Joey King) descobre uma caixa mágica, que lhe concede sete desejos. Claire acaba fazendo apenas desejos pessoais e coisas ruins começam a acontecer. Com isso ela descobre que dentro da caixa vive uma entidade malvada, que pode estar causando esses acontecimentos terríveis.
Gente! Ficou faltando postar sobre esse filme no especial do #TOCANDOTERROR. Até queria comentar outros, mas não vai rolar, pois o cronograma de Dezembro estará voltado para outro especial. Então, as outras dicas ficam para os próximos meses e agradeço muito a todos que acompanharam e curtiram as postagens.

É as adolescentes de filmes continuam tão birrentas quanto as da minha época. Do tipo, uma ganhar uma caixa - que realiza desejos - e pedir para uma colega de escola apodrecer. Com essa cara de sonsa que a protagonista tem, eu achei que ela ia pegar leve nos pedidos, viu?

Clare ShannonJoey King vista na série The Act, é uma adolescente de dezessete anos que lida com o suicídio da mãe. Ela vive com o pai, Ryan Phillippe da série Shooter, um ex músico que passa horas do dia revirando caçambas de lixos atrás de objetos que possam lhe trazer alguma serventia. E todos da escola sabem o que ele faz, então, é um terrível motivo para alguns atormentá-la boa parte do dia. Numa dessas caçadas, o pai encontra uma caixa de música com inscrições em chinês e dá de presente para Clare. A menina fica curiosa e pesquisa sobre parte dos escritos, assim descobrindo o poder dos Sete Desejos.

Joey King interpreta a adolescente Clare (esse aí é o quarto dela aliás)

Seu primeiro desejo é direcionado contra sua maior rival na escola. A garota que parece ter o mundo aos seus pés, e atormenta Clare todos os dias, Darcie Chapman, Josephine Langford da série Wolf Creek, se torna - literalmente - apodrecida indo parar até na UTI. Nem Clare ou suas amigas ficam sentidas em relação a isso. Aliás, ficam muito contentes. Porém, no mesmo momento, Clare perde alguém e a caixa mágica se apresenta: um pedido realizado; uma perda.

A primeira perda a abala, mas ainda não é nítida a ligação. Então Clare continua a ter seus desejos realizados. Ela quer atenção, ela quer o garoto mais desejado da escola, ela quer ter condições melhores, é tudo sobre ela alimentando seu ego. A popularidade meio que a afasta das amigas e enfim, Clare começa a questionar sua nova realidade, se está realmente feliz. Mas não desiste dos pedidos, e pior, tem a ideia de desfazê-los, o que traz mais mortes.

Darcie acaba apodrecida após um dos desejos de Clare se tornar realidade

Ainda temos Ryan, Ki Hong Lee dos filmes de Maze Runner, que tenta ajudá-la a decifrar a caixa, e acaba por colocar uma pessoa da família em perigo. Ele é o típico carinha apaixonado que a garota não dá bola porque prefere o popular. Porém, conforme a trama avança, Clare vê nele alguém que compreende toda situação, mesmo que o irrite também.

Dirigido pelo americano John R. Leonetti, de Annabelle, e roteirizado por Barbara Marshall, de Viral, a produção se esforça para agradar o público jovem, em vista da quantidade de produções que surgiram no estilo. Porém, sua protagonista não é muito simpática, e talvez, não haja compreensão em relação aos seus atos. E sinceramente? Não te julgo. Depois do pedido do testamento desisti dessa menina. Ela tem várias chances de dispensar a caixa e viver o que lhe foi dado, mas faz burrada atrás de burrada. E claro que, pra mim, uma das maiores foi pedir o amor do carinha popular. Conselho de amiga: Nunca obrigue ninguém a te amar!

Boa parte da trama se passa na escola ou na casa de Clare. A casa e a vizinhança é onde ocorrem a maioria dos acontecimentos mórbidos. Mas achei a ambientação da casa meio estranha. Um dos pedidos da menina é ter uma vida melhor e tals, querer que o pai pare de caçar coisas para revender. Putz! O quarto dela é melhor que o meu, lindamente pintado - da mesma cor que o meu, rs -, arrumado, espaçoso e mobiliado. E a casa é até grande, considerando que o roteiro tenta insinuar que eles não têm tantas condições. Todo dia um white people problems diferente.

Clare e suas amigas

O elenco é bem juvenil. A maioria dos rostos são conhecidos por participações em séries televisivas. Inclusive, uma das amigas de Clare é interpretada pela Shannon Purser - a Barb de Stranger Things - que faz sua estreia nas telonas. Outra do mundo das séries que chama atenção, mas do elenco adulto, é Sherilyn Fenn - a Audrey de Twin Peaks - que confesso, a aparição me deixou animada por ser fã da série, mas a participação dela não é tão aproveitada. Ryan Phillippe e Joey King até que fazem uma boa dupla como pai e filha, apesar de Ryan ser um vampiro e não envelhece nada. É uma boa figura paternal, apesar do roteiro não exigir muito dele. E Joey, ainda não é dessa vez que te considero uma boa scream queen. Meu título atual continua com a Lulu Wilson.

Além do elenco, a trilha sonora também traz um tom jovial e faz um bom trabalho optando por músicas mais agitadas. Adorei ver Hey Violet na soundtrack e conhecer outras bandas. Você pode encontrar o álbum no Spotify digitando: Wish Upon soundtrack na busca. Porém, algumas músicas não estão disponíveis. A instrumental fica a cargo do duo tomandandy.

Minha avaliação seria menor, contudo o final até que me surpreendeu, porque pelo andar da carruagem, deduzi que fossem optar por algo surreal ou clichê para finalizar. Infelizmente, agradar nossa ambição às vezes custa caro. Ainda há uma cena pelos créditos finais, com aquele tom de continuação. Gente, nem inventa!


#TOCANDOTERROR é um projeto que estamos fazendo em parceria com o blog Caverna Literária, onde iremos comentar alguns de filmes do gênero. Para conferir as opiniões da Carol, é só acessar o Caverna.

Título Original: Wish Upon
Nacionalidade: Americana
Produção de: Broad Green
Direção: John R. Leonetti
Roteiro: Barbara Marshall
Roteiro Adaptado?: Não
Ano: 2017
Censura: 14 anos
Duração: 1h30min
O Que Assistirei?: Suspense, Terror, Fantasia
Elenco Principal: Joey King, Ryan Phillippe, Ki Hong Lee, Mitchell Slaggert, Shannon Purser, Josephine Langford, Sherilynn Fenn, Sydney Park, Elisabeth Röhm, entre outros.
Trilha SonoraLista no TuneFind
Prêmios/Indicações: Clique Aqui

16 COMENTÁRIOS

  1. O gênero não é muito a minha praia Nana, mas acho que pode ser divertido! Beijo, beijo :*

    ResponderExcluir
  2. O filme parece ser bem interessante. Eu acabo não assistindo tantos filmes assim, mas sou apaixonada por mistério, suspense, terror e fantasia.
    https://unacaravela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi!! Infelizmente não assisto filmes nesse gênero, mas lendo a sua opinião não gostei do enredo. Não justifica desejar mal as pessoas e ainda prejudicar outras que não tem nada a ver com o assunto. Fora que realmente não podemos obrigar ninguém a nos amar. Bjos
    <3

    Click Literário

    ResponderExcluir
  4. Acho que filmes nesse estilo não dão muito a desejar, mas eu assistiria pela Joey! Eu amava ela atuando quando era mais nova, quero muito ver como está hoje hahaha mas tenho medo de assistir de qualquer forma...

    Beijoss
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  5. Oi Nana!
    Assisti um filme parecido com esse há muitos anos, chamado O Mestre dos Desejos.
    Vi o trailer desse filme e não curti muito não, vou passar.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  6. Oie
    Não costumo assistir este filme de filme, sou mais dos romances. Mas gostei da dica.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Não gosto desse tipo de filmes, não assisto em prol de ter uma boa noite de sono, eheh! =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  8. Resumindo, você só não dá nota menor porque o final foi a melhor parte e que compensou o filme inteiro HAHAHA que perda de dinheiro que foi esse filme, viu. Credo. Menina mais egoísta. Aliás, vi que saiu uns filmes de terror pra assistir, vou te falar quais são depois. Capaz que vc já até tenha visto do jeito ligeira que vc é hahaha uma pena que não deu pra aproveitar total o tocandoterror, mas ano que vem a gente já se prepara pra ver um montão de terror em outubro e ir resenhando! Adorei o nosso projeto <3

    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Nana! Como tive raiva da protagonista, minha nossa! Mas o que eu posso dizer, é ruim mas eu gostei hahahahahaha achei divertido e me supreendi com o pós-crédito, eu não esperava rsrsrsrs

    Bjs, Mi


    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. Oi Nana,
    Não sou muito fã do gênero, mas achei diferente a ideia da caixa de desejo, então eu assistiria só para saber o que acontece com a protagonista.

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi, Nana! Tudo bem? Eu até fiquei com vontade de ver esse filme, mas não sei, me pareceu meio fraco, e sua review comprovou isso. Fica para a próxima! :S

    Abraço

    tonylucasblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá, Nana.
    Eu nem vou assistir porque já me irritei com essa garota. Como assim ela continua pedindo por coisas fúteis mesmo perdendo o que ela já tem? Me poupe vai. Espero que ela tenha se ferrado no final, com o perdão da palavra.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  13. Oi Nana,

    Parece ser um filme interesse, apesar das atitudes da personagem.
    Dica anotada para assistir futuramente.

    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  14. Oi Nana linda <3

    Que isso!
    Não sabia de 7 desejos não, a menina pega pesado nos pedidos, então?
    Coisas tão bobas, mas que fazem um estrago, hein?
    que pesado as pessoas morrerem para fazer isso..

    NUNCA OBRIGUE ALGUEM A TE AMAR, obrigada, de nada!
    É dificil né :(
    fiquei meio assim mas se passar na tv eu acho que assisto sim...


    É bem pra família mesmo né???
    Benedict <3 é amorzinho, de verdade.. Vai ter filme do Idris com aKate Winslet.. chegou a ver??
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    puxa
    sério? kkkk
    hehe

    P.S.Oloco! Terminei os miseráveis quem sabe ele não é um dos próximos da fila???

    amemm!

    Verdadem demais!!!
    Eu preciso de um celular novo, isso sim... O meu ta ficando cada vez mais lerdo e pifando quase kKKKK

    amemmmm
    e participa hein mocinha


    Ah! Quando vier no blog, dá uma passadinha na promoção literária, tá ? <3
    Super prêmios e três kits recheados <3
    http://www.interruptedreamer.com/2017/11/promocao-fim-de-ano-literario.html

    beijocas!
    Pâm - www.interruptedreamer.com

    ResponderExcluir
  15. Oii Nana, eu tbm não curti esse filme não, só achei legalzinho o fim, e espero que não tenha continuações pq um já é suficiente hahahahaha
    - Beijos, Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Obrigado pelo post muito bom filme. Quando vi o elenco de Despedida em grande estilo, automaticamente escrevi nos filmes que deveria ver porque o elenco é realmente de grande qualidade, ancho que é umo dos mais divertidos, eu adoro os filmes de Joey King, éste é um dos meus preferidos, por que sempre leva o seu personagem ao nível mais alto da interpretação, seu trabalho é dos melhores. Eu ri muito

    ResponderExcluir

Olá, sejam bem vindxs :D
Algumas observações:
- Os comentários são moderados, conteúdo odioso ou preconceituoso não será aprovado;
- Comentários que não tenham relação com a postagem e estilo propaganda serão enviados para o spam;
- Comentários que desprezam o texto da postagem não serão respondidos.