Filme: Apóstolo (2018)

Um homem misterioso viaja para uma ilha remota em busca de sua irmã desaparecida. Ele tenta resgatar sua irmã depois que ela foi sequestrada por um culto religioso, que está exigindo um resgate por seu retorno. Mas logo se torna claro que o culto vai lamentar o dia que ceifou este homem, que escava cada vez mais profundamente nos segredos e mentiras sobre os quais a comunidade está construída.
Nossa, acho que esse é o primeiro filme original da Netflix que posto aqui no blog. Vergonha! Mas estou estudando mudar isso. Inclusive, já aproveitei para abrir uma página para eles lá no menu de filmes, tá?

No feriado de Outubro, me reuni com os primos para assistir este filme. Era uma coisa que a gente fazia bastante quando eu morava lá. E foi bem nítido: Apóstolo é mais para chocar do que para causa sustos. Mas, como uma boa fã da saga Jogos Mortais, não foi algo ruim.

Nem todo mundo tem acesso a ilha

A trama se passa em 1905. Thomas Richardson, Dan Stevens da série Legion, é um cristão que, atualmente, renega sua fé após ter sido torturado durante O Levante, pois levava a voz do Cristianismo à China. Ele parte numa missão até uma remota ilha em Gales para resgatar sua irmã. Jennifer, Elen Rhys vista na série The Bastard Executioner, que foi sequestrada e é mantida como prisioneira por um misterioso culto.

Disfarçado como um dos convertidos, ele chega ao seu destino e logo conhece o líder do culto, Malcolm Howe, Michael Sheen de Anjos da Noite, que conta com a proteção de Frank, Paul Higgins visto na série Line of Duty, e Quinn, Mark Lewis Jones visto na série Keeping Faith. Eles acreditam que a ilha se mantém próspera através do sacrifício de sangue. Mais tarde é explicado que cada membro do culto tem sua jarra para fazer sangrias e avivar a ilha. 

Mantendo o disfarce e trabalhando, Thomas inicia uma amizade com o filho jovem de Frank, o adorável Jeremy, Bill Milner visto em X-Men: Primeira Classe, e logo descobre que o rapaz se encontra às escondidas com Ffion, Kristine Froseth vista em Sierra Burgess..., filha de Quinn. Ele aproveita para chantagear o rapaz, que se torna um aliado para ajudá-lo a encontrar sua irmã. Porém, Jeremy revela um segredo que Malcolm esconde de todos os convertidos: eles não têm mais recursos e a ilha está escassa.

Quando Malcolm começa a suspeitar de um intruso no culto, Thomas acaba ferido, tentando defender a vida do líder e provando sua lealdade. Se aproxima da filha dele, Andrea, Lucy Boynton de Bohemian Rhapsody, que parece ser a mulher mais mente aberta do local, e que vive de atritos com o pai. A atração entre os dois é inevitável, mas Thomas sabe de sua prioridades: resgatar a irmã e levá-la em segurança para a casa. Então, ele descobre que Jennifer ainda está viva e decide vasculhar a ilha e seus lugares mais secretos até encontrá-la. E é aí que o show de horrores começa.

Dan Stevens interpreta o protagonista Thomas Richardson

Tem túnel de desova, tem ritual de purificação, tem doido que desmembra o povo... enfim, um prato cheio para quem curte um slasherzão da poha. Gareth Evans é conhecido por ser um diretor bem sanguinário, do tipo beeem gore. Aqui ele trabalhou em boa parte da produção do filme, dirigindo, roteirizando, editando... Para aproveitar suas criações é aconselhável ter estômago. Não recomendo aos mais sensíveis, e é o caso de Apóstolo. Por outro lado, não se engane muito com o trailer, pois parte do que tem lá são as cenas mais chocantes do filme, e não é algo que rola de cinco em cinco minutos. Evans trabalha muito bem no roteiro, apresentando seu herói e um pouco da ilha, antes de tudo. Belo marketing!

Creio que não é necessário especificar a maior crítica da produção. Há pessoas que acreditam que estão fazendo bem, mas acabam cegas por suas crenças e prejudicam todos ao se redor. Acrescentando que seres humanos conseguem ser piores que qualquer coisa sobrenatural. O filme não precisa de nenhuma monstruosidade para cometer os atos horripilantes na ilha, como o ritual de purificação. Que nossa! Acho que é uma das cenas mais chocantes do filme e muito bem dirigida, com planos marcantes e movimento de câmera. Aliás, ele utiliza isso em algumas cenas e me cativou bastante.

Além das críticas ao poder e autoridade, também há aquela conscientização nas entrelinhas sobre como tratamos a natureza; nossa terra. Se cuidássemos o suficiente, não discutiríamos eventos como aquecimento global, né? Esbanjamos demais e muitas vezes não sabemos aproveitar o mínimo que temos. Será necessário um reboot daqui uns anos?

O Carrasco

Apesar da duração um pouco exagerada, Apóstolo nos traz um elenco bom e que segura o que é proposto. Dan Stevens apresenta o tom certo de seriedade que seu personagem pede e seu Thomas não é daqueles que desiste fácil. As cenas dele com a Lucy transmitem ótima química. Os dois atores mais jovens são os donos do lado doce do filme, porém nos emocionam de uma maneira não prevista. Não vou falar muito sobre Michael Sheen, pois sou fangirl... Malcolm é um personagem com certa dualidade, difícil prever suas ações, daí digo que esperava um tico mais do final.

Apóstolo é uma boa pedida para quem curte um suspense com um tom mais gore. Não é apenas matança, há ótimas críticas a interpretar. Uma ótima ambientação da época com figurino e cenário. Difícil não se encantar pela fotografia de ar mais sombrio, e a trilha instrumental que casa perfeitamente com os momentos de horror. Queria muito que a Netflix disponibilizasse no Spotify.


Título Original: Apostle
Nacionalidade: Britânica | Americana
Produção de: Netflix, XYZ, One More One e Severn
Direção: Gareth Evans
Roteiro: Gareth Evans
Roteiro Adaptado?: Não
Ano: 2018
Censura: 18 anos
Duração: 2h10min
O Que Assistirei? Violência, Terror, Fantasia
Elenco Principal: Dan Stevens, Michael Sheen, Lucy Boynton Paul Higgins, Bill Miner, Kristine Froseth, Mark Lewis Jones, Sharon Morgan, Elen Rhys, entre outros.
Trilha Sonora: ?

11 COMENTÁRIOS

  1. Oi Nana, tudo bem?
    Pra ser sincera, a trama em si não me chamou a atenção. :(
    Mas o filme parece bem produzido. E o Dan Stevens é ótimo, queria vê-lo mais como "ele mesmo" (já que sempre lembro da Fera hahaha).
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  2. Gosto de filmes de terror e suspense, mas evito aqueles que trazem o sobrenatural junto, prefiro histórias que nos trazem discussões como essas que você mencionou que há em "Apóstolo".
    Em um momento com estômago e paciência eu vou assistir a esse filme. Valeu a dica.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  3. Confesso que nunca gostei de filmes de terror e suspense. Mas para quem gosta é uma dica e tanto!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Nana! Eu vejo mais as séries da Netflix, filmes eu vi bem poucos, mas já anotei essa dica para conferir. As dicas do mês do terror podem continuar por todo o ano, foram ótimas. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Oie Nana =)

    Eu vou fazer uma maratona de filmes da Netflix esse final de semana, mas apesar desse filme parecer bem produzido sou medrosa demais para assistir ele rs...

    Mesmo não sendo o meu gênero favorito, foi bem bacana acompanhar as dicas durante o mês aqui. Passei o link do seu blog para um amigo que adora.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha. Parece ser um filme aterrorizante.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  7. Oi Nana!
    Não sabia desse filme não!
    Não tenho tantos problemas com o gênero slasher, mas a trama do filme não me chamou muito a atenção.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, Nana.
    Eu nem sabia da existência desse filme. Odeio isso da Netflix só mostrar baseado no que a gente já assistiu, assim nunca vejo nada diferente hehe. Eu sou meio fraca para cenas muito fortes, mas fiquei interessada e acho que vou assistir com um olho aberto e outro fechado hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  9. eu vi esse filme e achei um suspense forte e bacana sim pra quem gosta desse genero

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  10. Oi Nana, tudo bem?


    Eu não sabia desse filme, mas pela resenha eu veria pela critica mesmo, não gosto muito do estilo gore, fico impactada demais de uma maneira muito negativa rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  11. Não sei se é bem um filme para mim.
    Estou curiosa, mas vi o trailer e achei um pouco demais, haha.
    Mas a história parece super interessante, apesar de sanguinária.
    Até tenho estômago, mas dou uns gritinhos no meio do filme.
    :P

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir

Olá, sejam bem vindxs :D
Algumas observações:
- Os comentários são moderados, conteúdo odioso ou preconceituoso não será aprovado;
- Comentários que não tenham relação com a postagem e estilo propaganda serão enviados para o spam;
- Comentários que desprezam o texto da postagem não serão respondidos.