Livro: Outsider - Stephen King

O corpo de um menino de onze anos é encontrado abandonado no parque de Flint City, brutalmente assassinado. Testemunhas e impressões digitais apontam o criminoso como uma das figuras mais conhecidas da cidade — Terry Maitland, treinador da Liga Infantil de beisebol, professor de inglês, casado e pai de duas filhas. O detetive Ralph Anderson não hesita em ordenar uma prisão rápida e bastante pública, fazendo com que em pouco tempo toda a cidade saiba que o Treinador T é o principal suspeito do crime. Maitland tem um álibi, mas Anderson e o promotor público logo têm amostras de DNA para corroborar a acusação. O caso parece resolvido. Mas conforme a investigação se desenrola, a história se transforma em uma montanha-russa, cheia de tensão e suspense. Terry Maitland parece ser uma boa pessoa, mas será que isso não passa de uma máscara? A aterrorizante resposta é o que faz desta uma das histórias mais perturbadoras de Stephen King.
AVISO: Em Outsider há participação de um personagem da série Bill Hodges, conhecida por Mr. Mercedes. O personagem em questão traz alguns spoilers dos livros! Decidi não nomear na resenha.

Um romance policial com um pezinho na fantasia e o outro no terror, Outsider nos apresenta uma investigação tensa na fictícia Flint City, em Oklahoma. O detetive Ralph Anderson e seus parceiros da delegacia estão prestes a prender Terry Maitland, um local muito querido pela população, principalmente entre os jovens, pela maneira que os incentiva na Liga Infantil de Beisebol. A ideia de Ralph é prender Maitland durante um jogo lotado, onde metade da cidade se encontra e, também, a família dele. O detetive pensa que é o que ele merece pela atrocidade cometida. Terry é suspeito de assassinar brutalmente Frank Peterson, um menino de onze anos.

Após ser apreendido, Terry, que era admirado por todos, passa ser odiado num estalar de dedos. Muitos nem dão uma chance para ouvir seu possível álibi. Em menos de 48 horas, sua esposa e filhas acabam por sofrer por esse desprezo. Apesar de tudo marcá-lo como culpado, Maitland tem um álibi: no dia do crime, ele estava fora da cidade em um evento com o autor Harlan Coben. E seu advogado de defesa, o maravilhoso Howie Gold, sabe como provar. Mesmo assim as testemunhas - que acompanhamos os depoimentos em paralelo a prisão - relatam que interagiram com Terry no dia do crime, antes e depois. Ah, claro, a cena horripilante estava dominada pelo seu DNA.

É possível uma pessoa estar em dois lugares ao mesmo tempo? Ninguém acredita nisso. Não há nenhum irmão gêmeo. Com provas pelos dois lados, defesa e acusação, provocam ainda mais a mente do detetive Anderson, afim de contestar seu trabalho. Será que agiu por impulso? Uma imprudência? Ele era um grande amigo de Terry, mas custa acreditar em sua inocência. Afinal o DNA não mente! Sua esposa começa a questioná-lo, e os depoimentos começam a soar duvidosos. E infelizmente é preciso uma desgraça acontecer para que Ralph vá mais afundo no caso, antes de acabar com a reputação da família Maitland.

Ralph resolve dar uma chance às provas de Howie Gold e, com isso, um amigo do advogado se junta ao caso. E é esse amigo que convida o personagem da série Bill Hodges para integrar o time que pode provar a inocência de Terry. O que o detetive não esperava era que um crime, com mesmo M.O., fosse descoberto em outra cidade. O álibi do homem era sua mãe, e ela jura que estava com ele na hora do crime.

"Policial Wilberforce: Você tocou em alguma coisa? Tentou abrir as portas?
Czerny: Caramba, não. Minha esposa e eu nunca perdíamos um episódio de CSI quando passava.
Policial Wilberforce: O que você fez?
Czerny: Liguei para o 911."

Este ano comentei sobre dois investigativos que contestam o trabalho da polícia com um quê de Making a Murderer. Outsider é quase isso. E é bem provável que King também tenha se inspirado com a doc-série. Porém, não temos nenhuma produção rolando, e quem cogita a contestar o trabalho da polícia é o próprio detetive do caso depois que dá merda. Stephen King nos apresenta um romance policial tenso, com descrições bem perturbadoras de suas vítimas. São duas, e ele não entrega tudo de vez. Acredito que o fato de envolver crianças seja o peso da questão. É um enredo tão realista que até o pezinho na fantasia se torna plausível.

A investigação é o ponto alto da narrativa. São momentos tão bem construídos que me vi relendo algumas partes, vidrada, principalmente quando o personagem do outro livro aparece. Há partes solo para essa pessoa, que é tão magnífica. Estou apaixonada, e fiquei ainda mais ansiosa para conhecer a série Bill Hodges. Ainda sobre a investigação, iniciamos a narrativa com os depoimentos das testemunhas que dizem ter cruzado com Terry antes ou depois do crime. Eu me diverti bastante, pois a maioria foge do assunto. Sério, o livro é tenso, mas há partes que tiram nosso riso. Eu amo o humor do King, sempre me diverte; ainda que nas entrelinhas.

O detetive Ralph Anderson é um personagem meio complexo, pois opiniões e sentimentos mesclam em relação a ele com o passar das páginas. Ora a gente odeia, ora damos razão, enfim... um personagem interessante que está longe de ser perfeito. Toda abordagem envolvendo o caso, Ralph e o promotor deixam claro suas críticas ao sistema, que muitas vezes não questiona e acaba com o futuro de uma família. Só resolver o caso, aliviando a pressão das pessoas, é melhor que um trabalho bem feito? E como resultado, na maioria das vezes, assistimos a justiça sendo feita com as próprias mãos.

Sabemos que o autor adora uma narrativa cheia, mas essa tem certo equilíbrio pelo fato de se passar numa cidade pequena, daquelas onde todo mundo conhece todo mundo. Acaba por dar um destaque maior para as famílias de Ralph e Terry, e aos que prestam suporte. Os coadjuvantes têm certa simpatia, deixando de fora os vilõezinhos, e a maioria parece adorar dar uns foras no Ralph. Até as crianças. Porém, meu favorito mesmo foi o policial Yune, e já estava pronta para atacar Stephen no Twitter se algo acontecesse com ele. Hunf! Quando a localidade muda novos personagens são apresentados, mas se resumindo a quem realmente importa para nos trazer pistas.

"Eu como para viver, só isso.
Vocês fazem a mesma coisa quando matam porcos e vacas.
É isso que os humanos são para mim: gado."

E claro, vamos mencionar essa participação do Harlan Coben. Ha! Ele não interage, mas sua aparição é importante para o caso de Terry. Temos outras referências literárias do gênero, como Agatha Christie, que o título de uma de suas séries acaba por ser uma pista. E várias outras, assim como figuras e produções modernas. Mas vocês já viram nas redes da Suma, eles divulgando o livro com a imagem da Cuca? Sim! Tem super a ver. Ha!

Outsider é uma ótima pedida para aqueles que adoram uma boa investigação. King nos apresenta uma narrativa tensa e com um embate repleto de ação. Um ressalvo apenas sobre o encontro com a figura, que eu penso ter sido fácil, apesar que há um grande cerco para se chegar até ele ocasionando perdas. Sempre me deixa triste ver personagens de boa índole pagarem caro por erros alheios ou simplesmente por preferir ajudar.

Eu ainda estou apaixonada por essa capa! Acho que é por causa dos olhos... Edição organizada e ótima revisão. Adorei o fato que a fonte muda durante os depoimentos. O livro é cheio de referências modernas, o que nos mostra que as histórias do autor caminham com o tempo, permitindo que seu público se expanda cada vez mais. O fato do título não ter sido traduzido é bem interessante, na verdade, eu adorei a escolha. Deixa certo suspense, pois pode significar várias coisas. Pois é, teria spoiler.

"Não é só uma luz no fim do túnel, pensou Marcy, é um arco-íris inteiro."

Outsider foi um dos vencedores do Goodreads Choice Awards 2018, na categoria Mystery & Thriller. Em breve teremos uma adaptação pela HBO, que o transformará em minissérie. O ator Ben Mendelsohn, visto na série Bloodline, já está confirmado. Acredito que ele interpretará o detetive Ralph Anderson.

*Adaptações:

- The Outsider (2020) | Série
. Minissérie produzida pelo canal HBO;
. Ben Mendelsohn protagoniza interpretando o detetive Anderson (clique aqui e confira elenco).

Autor: Stephen King
Título Original: The Outsider
Origem: Literatura Americana
Editora: Suma
Tradução: Regiane Winarski
ISBN: 9788556510679
Publicação: 2018
Páginas: 528
Série: Não
O Que Tem? Linguagem Adulta, Investigação, Cuidado com a Cuca

LinksSkoob - Compre Físico - Compre E-Book - No Site da Editora - Site do Autor
O Canto Cultzíneo agradece ao Grupo Companhia das Letras (Suma) por ceder o exemplar para análise.

21 COMENTÁRIOS

  1. Oi Nana,
    Por mais que a história não seja de um gênero que eu esteja acostumada, eu preciso começar a ler mais livros assim. E principalmente, tomar vergonha na cara de conhecer a escrita do King. Confesso que o Harlan Coben me parece algo mais adequado para começar, porque não é tão grande, mas ele aparece aqui?
    Adoro esses crossovers, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nana! Eu amo os livros do King e a forma como sempre traz algo surpreendente para nós. Fiquei feliz com a noticia da adaptação, quanto mais King melhor. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu adoro demais esse gênero, é tão intrigante! Preciso desse livro pra ontem, ainda mais agora que eu descobri que vai ser adaptado. Amo quando personagens de outros livros aparecem, dá um ar diferenciado, não sei haha A sua resenha me deixou ainda mais curiosa, já sei que vai ser uma leitura obrigatória pro ano que vem.
    Beijos

    Our Constellations

    ResponderExcluir
  4. Oi Nana, tudo bem? Eu não sabia que ia ter uma adaptação da HBO! O livro já está na minha lista de leitura, King sempre cria histórias incríveis!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Nossa que história!fiquei curiosa pra ler deve ser um livro e tanto, adorei sua resenha
    Seguindo seu blog

    http://blogbelezaesperta.blogspot.com


    Bjinhos

    ResponderExcluir
  6. Olá, Nana.
    Apesar de já ter lido mais da metade dos livros do autor, eu não me considero fã porque sempre passo raiva nos livros dele. Principalmente nas primeiras metades dos livros que é praticamente só enrolação. mas acho muito legal isso dele citar outros autores nos livros, já vi ele fazer isso com vários. E quem já leu todos deles diz que os livros dele são todos ligados hehe. Me interessei por esse e se der vou ler ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi Nana.
    Acredita que nunca li nada do King?
    Não sou chegada ao gênero que ele escreve, mas lendo sua resenha fiquei mega curiosa sobre os acontecimentos dessa história. Quem sabe eu comece por esse?
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Nana, gostei de saber da trama desse livro!
    Participação do Harlan Coben, adorei! hahah
    Sigo na dúvida de por onde começar a ler King, mas acho que esse livro seria uma boa ideia por focar mais no investigativo do que no terror.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Hey Nana! Tudo bem?
    Eu tô querendo de verdade ler esse livro. Depois da sua resenha então!!!
    Desculpe a demora em passar por aqui.
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ Blog miiistoquente
    ~ Siga no Instagram
    ~ Curta no Facebook

    ResponderExcluir
  10. Oi Nana, tudo bem?
    Achei engraçado que tenha a participação do Harlan Coben!
    Eu não sou uma grande entusiasta do King, mas como adoro enredos policiais, fiquei curiosa. Bom saber que vai ganhar adaptação, porque assim posso espiar antes de decidir conferir o livro ou não.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  11. adorei conhecer mais sobre esse livro, li alguns do stephen king na adolescencia e sempre gostei bastante, preciso ler mais alguma coisa dele

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  12. Os livros dele sempre dividem opiniões, né? Nunca li nada do autor, mas sempre que leio alguma resenha as histórias me fisgam!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  13. Amo ler investigação policial e tenho muita vontade de ler as obras de Stephen King, o problema é que eu acho seus livros muito grandes. Leio suspenses com 300 páginas e já fico super ansiosa para saber o final, imagine mais de 500! :O haha
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  14. Nunca li king pois vou confessar que sou meio medrosa com esses livros que ele escreve hehehe

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  15. Parece ser um livro cheio de mistério e suspense. Gosto muito desse estilo literário.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  16. Oie Nana =)

    Os livros do King não fazem meu gênero, mas meu amigo que não é medroso como eu já leu Outsider e amou também.

    Então, eu fico feliz por vocês dois, já que eu provavelmente teria pesadelos por uma semana depois de ler esse livro rs...

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  17. Oiii Nana

    Também gosto muito dessa capa, é chamativa e bem jeitão do King. Eu gosto dessa mescla de policial, com fantasia e terror, é um mix que combina e vindo deste autor imagino que agrada já que ele é mestre nestes gêneros. Quero ler futuramente.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  18. Eu to apaixonada por essa capa também, e fiquei muito curiosa por saber sobre a história

    http://www.dosedeestrela.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi, Nana.
    King sempre nos surpreendendo com ótimos livros.
    Esse parece do tipo que mais gosto, com investigação policial, suspense, viradas e referências.
    A capa realmente é bem legal.
    Tá na lista de desejos.
    Bela resenha.
    Abraços.
    Diego || Visite Diego Morais Viana

    ResponderExcluir
  20. Olá,

    A cada resenha que eu leio dos livros do autor fio envergonhado, não li nada dele ainda e não tenho nenhum livro, o ano que vem não escapa...kkk..ótima resenha...bjs.

    https://devoradordeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá, sejam bem vindxs :D
Algumas observações:
- Os comentários são moderados, conteúdo odioso ou preconceituoso não será aprovado;
- Comentários que não tenham relação com a postagem e estilo propaganda serão enviados para o spam;
- Comentários que desprezam o texto da postagem não serão respondidos.