Livro: Nunca Saia Sozinho - Charlie Donlea #TOCANDOTERROR

SE ACEITAR O CONVITE, NÃO IGNORE O AVISO. Dentro dos muros de uma escola de elite as expectativas são altas, e as regras, rígidas. Na floresta, além do campus bem cuidado, há uma pensão abandonada que é utilizada pelos alunos como ponto de encontro noturno. Para quem entra, existe apenas uma regra: não deixe sua vela apagar ― a menos que você queira encontrar o Homem do Espelho... Há um ano, dois estudantes foram mortos em um massacre terrível. Desde então, o caso se tornou o foco do podcast “A casa dos suicídios”. Embora um professor tenha sido condenado pelos assassinatos, muitos mistérios e perguntas permanecem. O mais urgente é: por que tantos alunos que sobreviveram àquela noite macabra voltaram ao lugar para se matar? Rory Moore, especialista em casos arquivados, e seu parceiro, Lane Philips, começam a investigar a noite dos assassinatos, em busca de pistas que possam ter escapado da escola e da polícia. Porém, quanto mais descobrem sobre os alunos e aquele jogo perigoso que deu errado, eles se convencem de que algo fora do normal ainda está acontecendo. O jogo não acabou. Ele prospera... em segredo, em silêncio. E, para seus jogadores, pode não haver uma maneira de vencer ou de sobreviver.
AVISO: A narrativa contém algumas abordagens ligada à saúde mental.

Última postagem do Tocando Terror deste ano. 
Agradeço a todos que acompanharam as postagens. 💓

Ele está de volta...
E Rory e Lane também!

Para quem ainda não leu Uma Mulher na Escuridão é aconselhável fazer antes desta leitura. Há participação de um outro personagem por aqui - de um outro livro do autor - mas não interfere em nada nas histórias, então fica apenas uma lição de casa antes de se aventurar neste mistério.

Após o turbilhão de revelações que a atingiu quando se envolveu no caso do Ladrão, no livro anterior, Rory Moore permanece indecisa sobre aceitar outro caso de seu superior. Ainda há muito para absorver; os meses que passaram não soam suficiente. Mas, naquela época, Rory prometera ao pai de uma jovem que ajudaria solucionar um caso. E aqui ela está: prestes a ouvir a sentença e cogitando se isolar com suas bonecas de porcelana para novas restaurações.

Seu estranho relacionamento com o psicólogo forense Lane Phillips não encontra-se mais tão estranho assim. Lado positivo dos últimos eventos, pois ajudou o casal a criar um laço ainda maior - e isso inclui a vida profissional. Então nem é de surpreender quando Lane convida Rory para ir até Peppermill e ajudá-lo a dar uma "nova olhada" em um caso aterrorizante, de um ano antes, que chocou uma escola de elite local. Dois alunos foram assassinados brutalmente, levando um professor a ser considerado o culpado. Lane também embarca na análise de perfis criminais sendo bem sucedido e respeitado; vários livros vendidos e um algoritmo projetado para facilitar na busca de homicídios similares. Rory o apoia conforme seu emocional permite, mas - de início - não parece tão interessada nas mortes na escola.

A Escola Preparatória de Westmont continua recebendo alunos e seguindo com o trabalho rígido e disciplinar por trás dos muros desolados. Parte dos alunos não são os mesmos após o massacre. Toda situação expôs alguns segredos que o corpo docente preferia silenciar - não eram tão controladores como pensavam, pois o maldoso teste que alguns alunos realizavam durante as férias de verão seguia firme e forte. Como de costume, alunos de anos avançados realizaram uma espécie de iniciação com os novatos: uma noite de tarefas que devem ser realizadas, levando-os até uma casa abandonada próxima a uma linha ferroviária. Lá eles precisam invocar o O Homem do Espelho e garantir coragem e sucesso no jogo. Os alunos presentes naquela noite juraram jamais revelar o que realmente aconteceu.

E Lane está projetando o perfil de um possível assassino ao lado de um jovem podcaster de sucesso, Mack Carter, que viralizou após encontrar um aluno morto - momentos antes do mesmo cometer suicídio. E este é um dos grandes mistérios deste caso dado como solucionado, mas que não soa como tal: os alunos sobreviventes continuam indo até o local do crime e se "suicidam" na ferrovia. Tão complexo, não demora até que abrace Rory e seus fantasmas como velhos amigos, apontando-a em direções surpreendentes.

A narrativa segue paralela entre os dias atuais e o ano anterior - desenhando momentos antes do último jogo do Homem do Espelho que ceifou a vida de dois alunos. Como mencionado, os investigadores locais afirmaram que um dos professores era o grande culpado, pois deduziram após o homem tentar se matar no local e deixar uma mensagem para trás, mas Lane e Rory estão prontos para explodir as nossas mentes com novos suspeitos.

"Naquela noite, ele bateu nela. 
Eu o vi pelo buraco da fechadura. Vi o homem que eu odiava bater na mulher que eu amava.
No dia seguinte, o meu pai estava morto."

Disse nas resenhas anteriores do autor e repito: Charlie Donlea melhora a cada livro. É um autor muito perspicaz, que sabe como abusar da modernidade - como o podcast, canal no YouTube e o blog - em meio às suas investigações sem torná-las soníferas. Um mistério envolvendo jovens que poderia soar simples e bobo, mas que seus protagonistas seguram o tom nos instigando a cada descoberta - sem contar os momentos que correm perigo - e confundindo nossas mentes a cada perfil de suspeitos. Lane e Rory cogitarão os deles, mas o leitor também irá se aventurar na caçada. Antes mesmo da metade da trama teremos uma cena de tirar o fôlego que ocasiona uma morte - a vítima certamente entrará em uma de suas teorias em algum momento. Do meu ponto entrou e fiquei bem chocada, com medo de uma outra personagem morrer.

Rory continua destacando-se pelos toques peculiares em sua construção. Acredito que, neste segundo mistério, ela soe um pouco mais relaxada, embora seja pela companhia de Lane. Sim, ela continua com o hobby inusitado da restauração de bonecas de porcelana - mantendo-se super detalhista, assim como em suas investigações. Rory aproxima-se muito das vítimas enquanto embarca naquilo que ninguém está vendo. Há muitas provas ocultas nesse caso, apesar que é fácil idealizar alguns pontos da personalidade do verdadeiro culpado. Fora as inúmeras pistas falsas que o autor adora deixar para brincar com a gente. Uma delas achei uma ótima jogada.

O segundo volume nos presenteia com uma participação maior de Lane e só acrescenta a todo mistério. Aprecio por não ser o tipo que se gaba por seu vasto conhecimento, ele sabe como ser carismático. É impossível não se derreter com a maneira que ele respeita o espaço de Rory e sempre dá um jeito para que ela se sinta acolhida na presença dele. E, claro, conforme os dois ficam mais perto da verdade, suas vidas também correm perigo. Com o "novo olhar" de ambos refrescando o caso, Lane encontra o tal personagem de um outro livro do autor. Adorei revê-lo, pois simpatizei bastante quando fiz a leitura. Só espero que eles se unam pra dar justiça a uma certa pessoa...

" - É verão - ele disse. - Espero que você quebre algumas regras. Ficaria preocupado se não fizesse isso. Só não se empolgue."

O mistério apresentado em Nunca Saia Sozinho tem uma narrativa bem movimentada - muitos suspeitos por aqui sos -, mas também bem descritiva. O autor não tem pressa para introduzir a todos, cedendo espaço, e iremos conhecer as figuras e suas índoles aos poucos. Fato que o leitor irá se enganar bastante. A diagramação da editora reduz qualquer confusão, pois a organização dos capítulos e suas épocas continuam naquele ritmo para se conectarem próximo às últimas páginas. Acredito que seja uma das coisas que mais curtimos nos livros do autor, não é? E pra nos instigar ainda mais, em meio a narrativa que se passa no ano do crime, acompanhamos o culpado lendo partes de um diário para alguém. Medonho como a criatura foi pegando o gosto por assassinatos conforme os anos passavam.

Assim Donlea nos apresenta uma conclusão que, mais uma vez, testa os limites de sua protagonista. Somos um pouco parecidas, então facilmente fico em alerta - por ela - nas cenas que precisa se desafiar; seja para desvendar parte do mistério ou sobreviver. Pode até soar fácil descobrir o verdadeiro culpado, mas o autor nos envolve pela construção de toda teia de pistas, falhas e, de fato, se algum destes adolescentes fez besteira. E é muito triste notar que pessoas inocentes não acabam totalmente felizes por aqui. Algo que é um marco nos mistérios dele: tá resolvido, mas não tem tanta felicidade assim. Ha!

Nunca Saia Sozinho é mais que indicado para quem deseja se aventurar pelos mistérios do autor. Deixa claro que os casos de Rory e Lane apresentam um tom emocional mais pesado, não só pela construção da personagem, mas também pelo que seus coadjuvantes costumam absorver ao redor - daí focando para o bem ou mal.

"Traga o seu veneno. É hora do show."

Edição da Faro segue lindamente acompanhando o formato dos outros livros do autor. Adoro a divisão dos capítulos e suas páginas escurecidas mais a troca de fonte nos flashbacks. A diagramação e o ritmo da conexão entre as paralelas lembram e muito a de Deixada Para Trás. A verdade é que me senti lendo ele em vários momentos, e por isso simpatizei tanto por aqui - mais que a primeira aventura do casal. E, claro, já estou em comichão pela próxima - mesmo que, talvez, o próximo livro não seja com eles. Sei lá, qualquer mistério de Charlie Donlea estarei passando à frente de tudo e largando somente na última página.

#TOCANDOTERROR é um especial de Halloween em parceria com o Caverna Literária

Autor: Charlie Donlea
Título Original: The Suicide House
Origem: Literatura Americana
Recomendação do Canto: +16 anos
Editora: Faro Editorial
Tradução: Carlos Szlak
ISBN: 9786586041361
Publicação: 2020
Páginas: 352
Série: Sim - Rory Moore e Lane Phillips
#1: Uma Mulher na Escuridão (Resenha)
#2: Nunca Saia Sozinho
O Que Tem? Mistério, Diário do Assassino, Podcast, Cervejinha, Treta de professores

LinksSkoob Compre Físico - No Site da Editora - Site do Autor
O Canto Cultzíneo agradece à Faro Editorial por ceder o exemplar para análise.

8 COMENTÁRIOS

  1. Oi Nana, tudo bem? Lá no blog quem leu foi a Naty e ela gostou demais, eu ainda preciso pegar os outros livro dele pra ler, mas tenho altas expectativas!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi
    que bom que gostou da leitura, eu ainda não li nada do autor, tenho curiosidade, já tenho um livro do autor aqui esperando para ser lido, fiquei curiosa para saber o que aconteceu nessa casa para ter acontecido muitas mortes.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Nana,
    Eu também gosto de passar os livros do Charlie na frente, rs. Apesar que ainda tenho um pendente aqui que não li devido a pandemia, mas obviamente estou de olho no preço deste desde que lançou, rs.
    Gostei muito da Rory em 'Uma Mulher na Escuridão', não vejo a hora de voltar a esse universo!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. OI Nana! Amei o livro e fiquei muito feliz de ter a Rory de volta. A trama é muito intrigante e adoraria ver um seriado baseado nela. Que venham mais livro do Charlinho com a Rory.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Oi Nana, tudo bem?
    Eu já tinha adorado a sinopse e agora tô com muito mais vontade de ler após conferir sua resenha e saber que o livro é mesmo bom. Mas seria ideal ler o livro anterior em que Rory e Lane aparecem, né?
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  6. Olá, Nana.
    Espero ver muito a Rory nos próximos livros do autor porque amo ela hehe. Eu amei esse livro, foi o primeiro dele que fiquei completamente no escuro, os outros eu descobri uma coisa ou outra. E sua evolução desde A garota do Lago foi surpreendente.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi Nana, tudo bem?

    Normalmente histórias assim chamam mais minha atenção em filmes ou seriados porém, confesso que de tanto ler resenhas positivas desse livro, estou ficando curiosa.



    Beijos;*
    Ariane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  8. Medo dessa leitura só pelo título kk. Não li nada do autor, mas tenho alguns exemplares aqui e pretendo ler.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir

Olá, sejam bem vindxs :D
Algumas observações:
- Os comentários são moderados, conteúdo odioso ou preconceituoso não será aprovado;
- Comentários que não tenham relação com a postagem e estilo propaganda serão enviados para o spam;
- Comentários que desprezam o texto da postagem não serão respondidos.